Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 01-03-2024
    Anuidade PF 2024
    Médicos têm até 31 de março para pagamento ou parcelamento sem acréscimos
  • 01-03-2024
    Vale do Ribeira
    Inauguração da nova sede do Cremesp em Registro melhora infraestrutura médica na região
  • 28-02-2024
    Serviços cartoriais
    Cremesp disponibiliza novo cronograma da Unidade Móvel para os meses de março, abril e maio
  • 28-02-2024
    Saúde suplementar
    Cremesp realiza encontro com Bradesco Saúde
  • Notícias


    12-05-2016

    Psiquiatria

    Obras que enfatizam reconhecimento e cooperação na saúde mental no trabalho já podem ser acessadas on line

     


    Juliana, Selma Denise, Mauro, Quirino e Ana Estela, durante
    a apresentação das obras na sede do Conselho



    O trabalho colaborativo e transrelacional, no qual um profissional aprende e ensina o outro, e um transforma o outro, levando a uma totalidade criativa, organizada e justa, tende a tornar as tarefas prazerosas. Essa ideia permeia os livros Saúde mental e trabalho e Trabalho e saúde mental dos profissionais da saúde, publicados e apresentados pelo Cremesp no dia 11 de maio, no auditório da sede Consolação.

    “Quando o indivíduo sente que o trabalho é significativo também para o outro e há o reconhecimento, dá para ser feliz com o trabalho”, afirma o psiquiatra Mauro Aranha, presidente do Cremesp e um dos organizadores da obra, ao lado de Denise Razzouk, psiquiatra e professora do Departamento de Psiquiatria da Unifesp, e Quirino Cordeiro Júnior, professor e chefe do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. As obras são compostas por artigos de psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais, especialistas e estudiosos da saúde mental. “Os livros trazem essa essencialidade e respeitam o princípio da justiça e da vida significativa para cada um que trabalha nas instituições, o que tem a ver com saúde mental”, comentou o presidente do Cremesp.

    Cordeiro explicou que a ideia da produção dos livros e dos eventos sobre o tema vieram das discussões da Câmara Técnica de Psiquiatria do Cremesp. “Em um dessas conversas, falamos a respeito da situação do trabalho como fator que pode contribuir e resgatar da doença. E assim, após dois anos de trabalho, surgiram as duas obras que podem contribuir para o debate em torno da saúde mental e trazem ações que já estão em curso, com resultados interessantes”, disse.

    Para Denise, falta um posicionamento dos profissionais de saúde mental sobre como encarar de frente os problemas do transtorno mental no trabalho. “Por isso, é importante o apoio do Cremesp para nos auxiliar no que diz respeito não só às relações de trabalho como também de como enfrentar o estigma desses pacientes, uma vez que frequentemente são afastados ou demitidos quando há diagnóstico de doença mental”, afirma.

    Além dos dois livros, a Câmara Técnica de Saúde Mental produziu outras publicações de grande repercussão, como Transtorno mental e perda da liberdade, Hospital de Custódia: prisão sem tratamento e Medida de Segurança – uma questão de saúde e ética, todos coordenados por Reinaldo Ayer, conselheiro responsável pela área de publicações do Cremesp.

     


    Mauro e Reinaldo: publicações do Cremesp
    contribuem para debates sobre temas de grande interesse
    dos profissionais da saúde e da sociedade



    Psicodinâmica do trabalho
    O lançamento dos livros contou com palestras da professora do Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), Selma Lancman, e da terapeuta ocupacional da FMUSP, Juliana de Oliveira Barros. Selma analisa o trabalho individual ou coletivo como, antes de tudo, uma relação social e que o reconhecimento no trabalho é imprescindível para a construção da identidade e que isso depende sempre do outro. “O reconhecimento é essencial para transformar trabalho em prazer. E quando ele não existe, essa frustração se generaliza para outras situações, contaminando o tempo do não trabalho”, disse.

    Mas o reconhecimento dos profissionais da saúde é imaterial e, muitas vezes, a avaliação é sobre o produto final e não do processo. “Desta forma, a qualidade desse trabalho se torna enigmática”, comentou Juliana, que realizou uma tese sobre o tema baseada em uma pesquisa realizada com médicos chefes de plantão do Hospital Universitário da USP.

    No final do evento, os palestrantes participaram de um debate com a plateia e os autores dos artigos, incluindo Ana Estela Haddad, professora livre-docente da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo.

     

    ACESSE AQUI OS LIVROS NA ÍNTEGRA

     

     

     

    Fotos: Osmar Bustos

    Tags: obraslançamentosPsiquiatriatrabalhopsicodinâmicalivrosdoençasaúde mentaldebateCâmara Técnica.

    ESTA MATÉRIA AINDA NÃO FOI COMENTADA:

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 645 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2024 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 353 usuários on-line - 645
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior

    O CREMESP utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no site implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Cookies do CREMESP. Saiba mais em nossa Política de Privacidade e Proteção de Dados.