Busca:

Palavra-chave:

TODOS OS SAÚDE EM PAUTA

ÚLTIMOS SAÚDE EM PAUTA

  • 01-08-2018
    Agosto Dourado
    Aleitamento materno: a base da vida é o tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno de 2018 que acontece de 1o a 08 de agosto
  • 07-06-2018
    Junho Vermelho
    Campanha incentiva a doação de sangue no mês em que se comemora o Dia Mundial do Doador de Sangue
  • 29-05-2018
    Dia Mundial sem Tabaco
    Saiba quais são os riscos do consumo de tabaco e os principais benefícios de se parar de fumar
  • 26-04-2018
    Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial
    Saiba quais são as principais causas da Hipertensão e como preveni-la

Saúde em pauta



Saúde masculina


Dia do homem reforça importância de cuidados para uma boa qualidade de vida

O Dia do Homem, comemorado no dia 15 de julho, traz para debate a importância dos cuidados com a saúde masculina que, muitas vezes, é deixada de lado. De acordo com dados do Ministério da Saúde, os homens recorrem aos serviços de saúde apenas em casos extremos. As mulheres, em média, se consultam 71 vezes mais com médicos e profissionais da saúde do que eles.

A taxa de mortalidade geral no Brasil na faixa etária de 20 a 59 anos de idade é igual a 3,5. Porém, é 2,3 vezes maior entre os homens do que entre as mulheres, chegando a quatro vezes mais na faixa etária mais jovem. Causas externas como acidentes no trânsito, acidentes de trabalho e lesões por violência, foram apontadas como o principal fator de desigualdade.

Destacam-se também as mortes por transtornos mentais e comportamentais, além de doenças do aparelho digestivo, geralmente associadas ao comportamento de risco, mais usual entre homens, como o uso de drogas, tabagismo e o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e de alimentos ricos em gordura.

De acordo com o Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), 57% dos homens brasileiros apresentam sobrepeso, 12,7% são fumantes,  27% consomem bebida alcoólica abusivamente e 12,9% dirigem após beber.

Com o intuito de promover a melhoria das condições de saúde da população masculina do Brasil e a redução da morbidade e mortalidade dos mesmos, o Ministério da Saúde desenvolveu a Política Nacional de Atenção Integral da Saúde do Homem (PNAISH), que promove o planejamento e desenvolvimento de estratégias de educação em saúde e de sensibilização. Acesse aqui para saber mais. (http://portalms.saude.gov.br/saude-para-voce/saude-do-homem/politica-nacional-de-atencao-integral-a-saude-do-homem-pnaish)

Câncer de Próstata

Desconsiderando os tumores de pele não melanoma, o câncer de próstata é o mais comum entre os homens de todas as regiões do país, segundo estimativas do Instituto Nacional de Câncer (Inca). A previsão é de que, em 2018, mais de 68 mil novos casos sejam registrados.

Por meio do toque retal e da verificação das taxas de Antígeno Prostático Específico (PSA), uma substância produzida pelas células da glândula da próstata, é possível estabelecer um diagnóstico e evitar o desenvolvimento da doença. A realização de exames de prevenção é essencial, principalmente a partir dos 50 anos. Se houver casos da doença na família, a recomendação é que os exames sejam realizados antes, de acordo com a indicação do médico.


Medidas de cuidados com a saúde:

De acordo com o Inca, algumas atitudes incorporadas à rotina ajudam a reduzir o risco de diversas doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes e as doenças cardiovasculares (hipertensão, derrame, infarto de miocárdio). Entre as principais medidas estão: 

  • Praticar, no mínimo, 30 minutos diários de atividade física de três a cinco vezes por semana.
  • Prezar por uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, evitando o consumo de gorduras, principalmente as de origem animal.
  • Usar sempre camisinha durante as relações sexuais.
  • Ingerir alimentos ricos em cálcio diariamente e ficar exposto ao sol todos os dias, de 10 a 15 minutos, antes das 10h e após as 16h, para fixar e ativar a vitamina D.
  • Aferir a pressão arterial regularmente.
  • Procurar um urologista anualmente para realizar os exames preventivos.
  • Evitar ingestão excessiva de álcool e não fumar.
     

Fontes: Instituto Nacional de Câncer (Inca) e Ministério da Saúde




CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

Delegacia da Vila Mariana:
Rua Domingos de Moraes, 2187 - cj. 223 - Edifício Xangai
Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP 04035-000

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2018 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 374 usuários on-line - 213
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior