PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (PÁG. 1)
Cremesp 60 anos: Medicina ética e decisões históricas


ENTREVISTA (PÁG. 4)
Nelson Guimarães Proença


CRÔNICA (PÁG. 12)
O mundo correu tanto que parou


HISTÓRIA (PÁG. 14)
Defesa da ética médica e vanguardismo


REPERCUSSÃO (PÁG. 34)
O que significa o Cremesp?


EM FOCO (PÁG. 36)
Perfil do médico paulista está em transformação


COMUNICAÇÃO (PÁG. 38)
Comunicação


CULTURA (PÁG. 41)
A Medicina nas obras de Tide Hellmeister,o mestre da colagem


FUTURO
Os próximos 60 anos


FOTOPOESIA (PÁG. 48)
Fotopoesia


GALERIA DE FOTOS


Edição 81 - Outubro/Novembro/Dezembro de 2017

COMUNICAÇÃO (PÁG. 38)

Comunicação

Os meios de comunicação do Cremesp têm cumprido, ao longo das últimas décadas, o importante papel de divulgar para médicos e sociedade todas as atividades do Conselho, assim como assuntos relevantes para o exercício da Medicina, políticas da saúde, temas culturais e sociais. Dos primeiros boletins, há cerca de 40 anos, à profusão de mídias atuais, a comunicação tem acompanhado as tendências da área, incluindo os avanços digitais, divulgando informações com rapidez e qualidade.

A Ser Médico, o Jornal do Cremesp e os sites do Conselho são avaliados, periodicamente, por pesquisas de opinião qualitativas e quantitativas, que revelam uma grande penetração desses meios entre os médicos. As tiragens do jornal e da revista são grandiosas: 144 mil exemplares cada um. Ambos podem ser acessados, também, na Internet, tanto no portal www.cremesp.org.br como no aplicativo “Cremesp Publicações”, disponível na Play Store e na Apple Store.

A abrangência do portal pode ser medida pelo número de acessos: cerca de 2 milhões por mês. E, nos últimos anos, as mídias sociais do Conselho também se revelam, por meio de números, um sucesso entre os médicos e a sociedade.

Jornal do Cremesp
O Cremesp existia há 22 anos quando teve seu primeiro meio do comunicação próprio, em 1979. Tratava-se do Jornal do Cremesp, que era apresentado como “boletim oficial”, com oito páginas e periodicidade trimestral. Era um enorme avanço, promovido por uma das mais inovadoras gestões, a que fora eleita em 1978.

“Por um Conselho que se manifeste” era a primeira frase do editorial da edição inaugural. Uma das matérias era um debate sobre o direito dos médicos de fazerem greve. Ao longo de sua trajetória, passou a ter um ritmo mensal, sendo publicado em 16 páginas, que trazem notícias sobre as principais atividades desenvolvidas pelo Conselho e de interesse dos médicos.
 
Portal
O Cremesp adaptou-se, e vem se adaptando, rapidamente, às novas mídias surgidas em decorrência do maior advento tecnológico de comunicação do último século, a Internet. Ainda no final dos anos 90, quando essa ferramenta revolucionária era bastante incipiente, o Conselho lançou o site www.cremesp.org.br. Limitado para os padrões de hoje, era, entretanto, na época, um grande e inovador passo.

Pouco tempo depois, em outubro de 2001, o site se transformava em portal, totalmente reestruturado, tanto no visual como no conteúdo. Dentre os vários avanços, trazia as versões on-line do Jornal do Cremesp e da revista Ser Médico, além das inúmeras publicações setoriais. Passou também a disponibilizar as informações institucionais a respeito da Diretoria, Delegacias Regionais, Departamentos, Câmaras Técnicas e demais comissões permanentes do Cremesp, assim como os serviços prestados aos médicos e empresas: Guia Médico, atualização do cadastro e Cartão DSV-Médico (Capital), dentre outros.

Além do portal, outros sites do Cremesp apresentam importantes conteúdos on-line e também são muito acessados: o www.bioetica.org.br, do Centro de Bioética do Cremesp; o www.cremesp.org.br/planosdesaude, sobre os planos de saúde de baixa cobertura e o www.cremespeducacao.org.br, sobre educação médica continuada. Ao longo das duas últimas décadas, muitos outros sites e hotsites foram criados, e, depois, desativados, em função de campanhas temporárias feitas pelo Conselho.


Mídias sociais
O Cremesp está em todas as mídias sociais relevantes, como Facebook, Twitter, Instagram, Youtube, Linkedin e Flickr. Atualmente, esses meios digitais alcançam mais de 50 mil seguidores. O Facebook do Conselho tem alcance médio de 1 milhão de pessoas, mensalmente, enquanto que o Instagram, por exemplo, teve crescimento de 35% neste semestre.


Assessoria de Imprensa
A Assessoria de Imprensa é o elo entre o Conselho e a mídia. Em razão do espaço, cada vez maior, dedicado por todos os veículos de comunicação à saúde e à Medicina, o Cremesp tornou-se importante fonte de informação, sendo procurado diariamente por jornalistas para a concessão de entrevistas e posicionamentos sobre os mais variados temas. Organização de entrevistas coletivas, redação de artigos, monitoramento de imagem, divulgação de conteúdo de interesse da categoria e da sociedade, são algumas das atribuições da assessoria.

Publicações
Um dos destaques da atividade editorial do Cremesp é a produção de publicações e ma­nuais de grande utilidade prática para os médicos, profissionais e serviços. Nos últimos 20 anos, foram editados 73 livros, todos com downloads disponíveis no portal do Conselho (http://www.cremesp.org.br/?siteAcao=Publicacoes).

Campanhas
Outra iniciativa de comunicação do Cremesp são as campanhas, que têm como foco o exercício digno da Medicina, a valorização profissional e a defesa da saúde da população. Elas acontecem diariamente no site e nas redes sociais do Conselho; na revista Ser Médico e no Jornal do Cremesp, assim como em eventos presenciais e campanhas publicitárias.

Comunicação interna
Desde 2016, o Conselho estruturou a comunicação interna com seus 350 funcionários e funcionárias, de maneira planejada e sistemática, por meio de boletins, comunicados e campanhas.

Livro
O livro Cremesp 60 anos - Valores, atitudes e desafios foi lançado em 21 de outubro último, durante a cerimônia comemorativa do aniversário do Conselho, no Teatro Municipal de São Paulo. Disponível para consulta pública na Biblioteca da entidade, a obra guarda a memória que, segundo o presidente do Cremesp, Lavínio Camarim, “estende-se para além do universo corporativo dos médicos e médicas e alcança toda a sociedade”.
 

 

Ser Médico também faz aniversário: 20 anos!

Nestes 60 anos do Cremesp, comemora-se também 20 anos da Ser Médico. Desde sua primeira edição, em outubro de 1997, a revista inovou e imprimiu sua marca em meio às publicações das entidades médicas, ao mostrar, por meio de sua linha editorial, que ser médico é ser humano. Suas pautas abrangem temas médicos, políticas de saúde, questões sociais e históricas, hobbies, cultura, gastronomia e literatura, entre outros.

O primeiro número da revista ressaltava em seu editorial: “A Ser Médico foi precedida por um amplo e exaustivo processo de discussão e consulta, tanto na escolha do corpo editorial quanto do conteúdo e forma. O produto que ora entregamos à classe médica não é final. É apenas o ponto de partida para uma publicação a ser aperfeiçoada a cada número, com periodicidade trimestral”. E assim tem sido. Ao longo desse tempo, a revista renovou seu conteúdo, agregando novas editorias, e sua apresentação gráfica foi modernizada, paulatinamente, de acordo com as tendências de design gráfico de cada período.

Os assuntos do primeiro número já indicavam suas características, com a publicação de uma entrevista com a escritora francesa Viviane Forrester, autora do livro O horror econômico, no qual ela critica o neoliberalismo. Trazia também, entre outros, uma crônica de Carlos Heitor Cony, artigos de Moacyr Scliar sobre História da Medicina e do professor do Instituto Oscar Freire da USP, Marco Segre; um debate sobre o ensino médico e uma matéria sobre a escultora francesa Camille Claudel.

Durante suas duas décadas de existência, renomados entrevistados brasileiros e internacionais, médicos ou outros profissionais, falaram sobre assuntos candentes da Medicina ou sobre temas sociais; debates abordaram questões polêmicas e contemporâneas; e matérias e artigos trataram das mais diversas pautas da Saúde.
Que venham muitos outros aniversários! 


Este conteúdo teve 686 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede - Frei Caneca: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - 01307-002

Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
(Sem atendimento ao público)
Centro - São Paulo/SP - 01301-910

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 5908-5600 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2018 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 144 usuários on-line - 686
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior