PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pág. 1)
Bráulio Luna Filho - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág. 4)
Kátia Maia - diretora da Oxfam Brasil


CRÔNICA (pág. 10)
Lusa Silvestre*


ESPECIAL (pág. 12)
Médico humanista - Aureliano Biancarelli


SINTONIA (pág. 19)
Medicina translacional


EM FOCO (pág. 22)
Complexo Industrial-militar, por Isac Jorge Filho*


CARA NOVA (pág. 25)
Nova Ser Médico


MÉDICOS NO MUNDO (pág. 26)
Ana Letícia Nery


GIRAMUNDO (pág. 30)
Medicina & Ciência


PONTO.COM (pág. 32)
Mundo digital & Tecnologia científica


HISTÓRIA DA MEDICINA (pág.34)
Das Misturas e Poderes das Drogas Simples


LIVRO DE CABECEIRA (pág. 37)
Antonio Pereira Filho*


CULTURA (pág. 38)
Histórias de vidas anônimas


TURISMO (pág. 42)
Turquia/Curdistão


CARTAS & NOTAS (pág. 47)
Espaço dos leitores


FOTOPOESIA (pág. 48)
Mensagem de Ano Novo


GALERIA DE FOTOS


Edição 73 - Outubro/Novembro/Dezembro de 2015

PONTO.COM (pág. 32)

Mundo digital & Tecnologia científica

Assim como Hawking

 Ter o cérebro de Stephen Hawking não é para qualquer um, mas transformar movimentos do rosto em palavras agora é possível com o programa Assistive Context-Aware, da Intel. Essa nova tecnologia, que era de uso pessoal do físico britânico, está disponível para a população mundial. Além dos portadores de limitações físicas, ela poderá ajudar milhares de pessoas. Hawking, que tem esclerose lateral amiotrófica (ELA), usa a bochecha para controlar um teclado virtual, que, a partir do histórico de digitação do cientista, prevê quais palavras ele escreverá e facilita o processo, como nos smartphones.

 

Usuários do mundo uni-vos

O mundo ainda está dividido por fronteiras e guerras, mas na internet pode estar inteiramente unido até 2020. Essa é, pelo menos, a intenção de Mark Zuckerberg, do Facebook, manifestada em evento recente na ONU. Ele não explicou como efetivará isso, mas segundo o jornal The New York Times, sua empresa planeja criar uma

rede de drones gigantes, com lasers, que forne-ceria a conexão a partir dos céus. O jovem bilio-nário garantiu que o acesso à rede “é a chave para acabar com a pobreza extrema”, mas admitiu que a iniciativa não é apenas altruísta. Afinal, o Facebook vai ganhar mais usuários...

 

Robôs escritores?

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Geórgia estão trabalhando num programa de inteligência artificial que pode criar ficções interativas, a partir da leitura de histórias escritas por humanos e do estudo de suas estruturas narrativas. Capaz de criar histórias que um grupo de leitores considere coerentes e atraentes, a inteligência artificial foi batizada de “Scheherazade-IF”, em homenagem à lendária contadora de histórias persa. A previsão é que, futuramente, o robô esteja mais desenvolvido, a ponto de ler novelas complexas e então remixá-las em histórias interativas.

 

Dívidas? O computador empresta

   Quem emprestaria dinheiro a um profissional recém-formado, sem tempo considerável de carteira assinada, sem hipoteca, dono de um histórico de crédito desfavorável? Uma companhia de Palo Alto, Califórnia, emprestou, nos últimos 15 meses, US$ 135 milhões a pessoas com esse perfil. A empresa avalia personalidade, perspectivas de emprego e confiabilidade do indivíduo, por meio de um programa de computador, que leva em consideração resultados de exames nacionais, a faculdade em que o solicitante estudou, a área de graduação e suas notas no ensino superior. Somente após essa análise faz o empréstimo. A empresa acredita que pessoas que estudam para as provas e tiram notas boas possuem maior probabilidade de honrar suas dívidas.

 

 

 

Globalização da privacidade

 Edward Snowden, ex-funcionário de uma agência de espionagem dos Estados Unidos, manifestou apoio à campanha Tratado Snowden, que busca um acordo internacional sobre direitos de privacidade. Segundo ele, os países estão ampliando suas capacidades de espionar. “Esse é um problema global que precisa de uma resposta global”, enfatizou. A campanha – que se manifesta contra a vigilância inadequada e a favor da proteção de delatores – foi lançada, recentemente, às vésperas da Assembleia-Geral da ONU, pelo advogado e jornalista norte-americano Glenn Greenwald e por seu companheiro, o brasileiro David Miranda.
 

 


Sugestões de aplicativos

  • Calculando o trajeto

O app moves-app.com, para Android e iOS, é bastante útil e seu download é gratuito.

Ele registra o deslocamento diário do portador do smartphone, calculando os passos dados no trajeto, assim como as calorias gastas, duração e distância percorrida, seja a pé, correndo,de bicicleta ou no transporte público.

  • Editando fotos

Para editar fotos, aplicando efeitos e filtros, ou corrigir imperfeições, os aplicativos bit.ly/snapseedandroid e bit.ly/snapseedios, respectivamente para Android e iOS, funcionam muito bem. E são gratuitos.

 


O Egito na internet

 Em meio à correria da vida contemporânea, que tal dar um tempo e viajar até o Egito Antigo? O museu virtual http://www.virtual-egyptian-museum.org disponibiliza aos internautas a coleção particular Senusret, numa parceria com o California Institute of World Archaeology (CIWA). O objetivo é divulgar para um grande público as imagens e informações das peças que, atualmente, estão guardadas em bancos, por causa da conservação insatisfatória no prédio onde chegou a ser exposta, na Universidade da Califórnia, na década de 1980.

A interface do museu virtual não é muito moderna, mas para quem gosta de egiptologia, vale a pena.

 

(Colaborou: Rodrigo Carani)

 


Este conteúdo teve 44 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 335 usuários on-line - 44
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior