PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pág. 1)
Bráulio Luna Filho - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág. 4)
Kátia Maia - diretora da Oxfam Brasil


CRÔNICA (pág. 10)
Lusa Silvestre*


ESPECIAL (pág. 12)
Médico humanista - Aureliano Biancarelli


SINTONIA (pág. 19)
Medicina translacional


EM FOCO (pág. 22)
Complexo Industrial-militar, por Isac Jorge Filho*


CARA NOVA (pág. 25)
Nova Ser Médico


MÉDICOS NO MUNDO (pág. 26)
Ana Letícia Nery


GIRAMUNDO (pág. 30)
Medicina & Ciência


PONTO.COM (pág. 32)
Mundo digital & Tecnologia científica


HISTÓRIA DA MEDICINA (pág.34)
Das Misturas e Poderes das Drogas Simples


LIVRO DE CABECEIRA (pág. 37)
Antonio Pereira Filho*


CULTURA (pág. 38)
Histórias de vidas anônimas


TURISMO (pág. 42)
Turquia/Curdistão


CARTAS & NOTAS (pág. 47)
Espaço dos leitores


FOTOPOESIA (pág. 48)
Mensagem de Ano Novo


GALERIA DE FOTOS


Edição 73 - Outubro/Novembro/Dezembro de 2015

GIRAMUNDO (pág. 30)

Medicina & Ciência

Pequenos cérebros

Minicérebros humanos são coisa de filme? Na verdade, não. A equipe coordenada pelo biólogo brasileiro Alysson Muotri, da Universidade da Califórnia, produziu uma série deles. As versões miniaturizadas são feitas a partir do controle da diferenciação das células-tronco, e podem ser úteis em pesquisas. Hoje, além dos organoides, como os de Muotri, também há órgãos em chips, cultivados com espécies de “andaimes” que lembram os de computador. Em ambos os casos, os modelos podem ajudar a entender os processos que envolvem as células e a simular tratamentos específicos.  Leia mais em: https://www.pediatrics.ucsd.edu/research/muotri-lab/Pages/default.aspx

 

De mãe para filho

Uma dieta rica em gordura na gravidez teria relação com o risco, nos filhos, de dependência e uso abusivo de álcool e nicotina durante a adolescência. É o que alerta um estudo realizado por cientistas da Rockfeller Uni­versity, nos Estados Unidos. Realizada em co­baias, a pesquisa comparou filhotes de mães ali­mentados com excesso de gordura e outras com dietas normais. Quando estimulados a trabalhar para conseguir doses eleva­das de nicotina e álcool como recompensa, os do primeiro grupo continuavam se esforçando por mais doses, enquanto os outros já haviam desistido. Os pesquisadores acreditam que a exposição ao excesso de gordura, no pré-natal, aumenta o crescimento de neurônios em locais específicos, co­mo o hipo­tálamo, um dos responsáveis pela regulação do apetite e do comportamento de busca por recompensas.

 

Derretendo e aumentando

De acordo com uma compilação de dados de satélites divulgada pela Nasa em agosto último, o nível dos oceanos subiu em média oito centímetros desde 1992. Em alguns locais, a elevação chegou a 23 centímetros. Segundo o líder da equipe de Mudança do Nível do Mar daquela agência, Steve Nerem, da Universidade do Colorado, considerando que a expansão dos oceanos acontece à medida que ele se aquece, pode-se pensar que o aumento do nível do mar chegará a, pelo menos, um metro. Mas ainda não se sabe se isso acontecerá dentro de um século ou mais.

 

Para dormir melhor

Máscaras de oxigênio usadas por pacientes com apneia – distúrbio que afeta a qualidade do sono e pode causar danos no cérebro – são abandonadas por eles por serem consideradas desconfortáveis, segundo uma empresa de Massachusetts, nos EUA. Pensando nisso, ela desenvolveu um novo aparelho, chamado de Airing, que facilita a entrada de ar no organismo enquanto a pessoa dorme. Porém, ao contrário da máscara, ele tem um tamanho reduzido, incomodando menos. E pode funcionar por mais de 8 horas. Para seu desenvolvimento e comercialização, foi realizada uma campanha de financiamento coletivo.

 

                      No meio do caminho tem metais pesados

 


Três das principais rodovias que dão acesso à cidade de Campinas estão com o solo contaminado por materiais potencialmente tóxicos, segundo pesquisa recente desenvolvida na Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo da Unicamp. Elementos como cromo e chumbo, metais pesados, foram encontrados em concentrações elevadas em algumas amostras dos canteiros centrais da Anhanguera, Bandeirantes e Dom Pedro I. Para o autor da pesquisa, Felipe Canteras, os resultados mostram riscos potenciais à saúde da população, fauna e flora.

 

O paradoxo francês

  

O consumo de lácteos fermentados, como os queijos, aceleram o metabolismo e contribuem para a longevidade humana, segundo um estudo realizado pela Aarhus University, na Dinamarca. A pesquisa partiu do questionamento sobre a tendência de vida saudável e longeva dos franceses, mesmo mantendo uma dieta rica em gorduras saturadas. Os pesquisadores compararam urina e fezes de 15 homens, dentre os quais alguns haviam consumido queijo ou leite e os outros que não tinham ingerirdo produtos lácteos além da manteiga. Ao fim, os primeiros apresentavam taxas maiores de ácido butanoico, composto associado à redução da obesidade e metabolismo acelerado.

 

 

 

Tudo que é sólido...

   As obras do escultor
japonês Tomohiro Inaba
parecem se desmanchar no ar.
Trabalhando sempre com ferro
e outros materiais os quais
considera efêmeros,
o artista se caracteriza por
peças – belíssimas e
inquietantes – com uma parte
sólida e outra que vai
se desfazendo no ar.
As obras são exibidas no
Japão, mas podem ser vistas
online no site do artista: http://www.tomohiro-inaba.com

 

Mais terapia, menos remédios


Aumento das sessões de terapia, participação familiar e menos medicamentos teriam mais sucesso no tratamento de pacientes com esquizofrenia nos dois primeiros anos do que os pacientes que continuaram o tratamento medicamentoso, concluiu uma pesquisa publicada na revista científica The American Journal of Psychiatry, divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo, em outubro último. Segundo o estudo, os antipsicóticos usados no combate da doença funcionam muito bem para uma parte das pessoas, que conseguem eliminar a psicose com baixos efeitos colaterais. Porém, a maioria sofre mais com esses efeitos, fazendo com que 75% dos pacientes deixem de tomar a medicação em um intervalo de um ano e meio.

 

 


Este conteúdo teve 145 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 260 usuários on-line - 145
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior