PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pg.1)
João Ladislau Rosa - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pg. 4)
Fang Zhouzi


CRÔNICA (pg.10)
Antonio Prata


EM FOCO (pg.12)
Wagner dos Santos Figueiredo


DEBATE (pg.16)
Solera/Yonamine/Carrazza


CONJUNTURA (pg.22)
Bebidas alcoólicas: consumo e propaganda


SINTONIA (pg.26)
Especialidades médicas


GIRAMUNDO (pg. 30)
Curiosidades de ciência e tecnologia, história e atualidades


PONTO.COM (pg. 32)
Informações do mundo digital


HISTÓRIA DA MEDICINA (pg.34)
Cientistas brasileiros e o Nobel


LIVRO DE CABECEIRA (pg.37)
Jürgen Thorwald


CULTURA (pg. 38)
Chang Dai-chien


CARTAS & NOTAS (pg.43)
Ser Médico bombou na web!


TURISMO (pg. 44)
Gramado, Caxias do Sul, Canela.. quem resiste?


FOTOPOESIA (pg.48)
Salomão Souza


GALERIA DE FOTOS


Edição 66 - Janeiro// de 2014

PONTO.COM (pg. 32)

Informações do mundo digital

Facebook mais velho

   Os adolescentes norte-americanos de 13 a 17 anos estão levando a sério a música Não confie em ninguém com mais de 30 anos, de Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle, dos anos 70. À medida que pessoas mais velhas aderem ao Facebook, eles saem da rede social e migram para o Twitter, Instagram, WhatsApp e Snapchat. O número de usuários naquela faixa etária diminuiu, entre 2011 e 2014, nos EUA, segundo estudo da consultoria iStrategy. Esses jovens representavam 8,9% (13,1 milhões) do total de usuários do Facebook naquele país. Agora, representam 5,4% (9,8 milhões). Em contrapartida, a quantidade de norte-americanos com mais de 55 anos aumentou em 80,5%. O público líder é composto por internautas de 34 a 54 anos, que representam 31,1% do total.

 

Rap da higienização

   Para incentivar a higienização das mãos e diminuir casos de infecção hospitalar, médicos, enfermeiros, pacientes e toda a equipe do hospital Shaare Zedek Medical Center, em Jerusalém, gravaram um videoclipe bem-humorado e criativo.

Com o vídeo, disponível no Youtube, It’s all in our hands (Está tudo em nossas mãos), os participantes mostram que higienizar as mãos é a saída mais rápida e barata para evitar as infecções hospitalares. O hospital é religioso e, de acordo com o judaísmo ortodoxo, mulheres não podem cantar em público. Porém, o ritmo escolhido foi o rap, pois alguns rabinos não o consideram “exatamente como música”.

 

App para recordar

  Novo aplicativo para tablets pode ajudar, de maneira fácil e simples, pacientes com Alzheimer e idosos a conservarem as memórias. O Mis Recuerdos (Minhas Recordações) possibilita a associação de imagens, vídeos, textos e músicas, a pessoas e lugares familiares. É possível, também, incluir breves notas para ajudar o usuário a se lembrar de sua rotina diária. Há, ainda, um serviço no app chamado “Me perdi”, no qual o paciente pode ligar ou enviar um SMS a uma pessoa predefinida, que irá buscá-lo onde estiver. A ferramenta, desenvolvida por uma empresa espanhola, está sendo testada na Unidade Integral de Doenças Neurodegenerativas, da Fundación Vianorte-Laguna, em Madrid.

 

Desconecte-se!

   Segundo pesquisadores da Universidade de Kent, em Ohio, nos EUA, o uso constante de celulares por universitários pode deixá-los mais ansiosos e afetar o aproveitamento nos estudos. Os cientistas monitoraram os níveis de ansiedade e satisfação de 500 jovens da universidade, além dos seus boletins de notas, durante um ano. Chegaram à conclusão de que os estudantes menos conectados eram mais felizes e satisfeitos com a vida e tiravam notas melhores do que os que não “largam o aparelho”.

 

 


Olhar abusivo

   Como os homens reagiriam aos próprios olhares de assédio? Essa é a questão levantada pelo vídeo denominado Dekh Le (“olhar” ou “ver”, na língua hindi), elaborado pela Whistling Woods International Institute – escola de artes também localizada em Mumbai. O filme faz parte de uma campanha que visa eliminar a grande quantidade de estupros na Índia. Com mais de 2,2 milhões de acessos no Youtube, até o final de janeiro, ele mostra o olhar abusivo refletido em objetos localizados nos corpos das mulheres, deixando os homens constrangidos e desconcertados ao perceberem o reflexo do próprio olhar.

 


Ser Médico recomenda

   Compartilhar e fazer o bem sem esperar nada em troca é a mensagem transmitida no vídeo intitulado Share... Care... Joy..., elaborado pela Fundação Naik – instituição filantrópica de Mumbai, na Índia, que atua junto a comunidades do oeste daquele país. A produção audiovisual, veiculada no Youtube – com 43 mil visualizações até janeiro –, mostra um menino pobre que encontra um pouco de dinheiro e o que ele irá fazer com aquela quantia. Outra ideia apresentada é a de que não são necessários grandes gestos para ajudar alguém.

 

 


Este conteúdo teve 45 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 491 usuários on-line - 45
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior