PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PÁGINA 1
Nesta edição


PÁGINAS 5, 6, 7,8 E 9
Entrevista


PÁGINAS 10 E 11
Crônica


PÁGINAS 12, 13, 14, 15, 16 E 17
Dossiê: Psiquiatria/ História


PÁGINAS 18, 19, 20 E 21
Dossiê: Psiquiatria/ Estatísticas


PÁGINAS 22, 23, 24 E 25
Dossiê: Psiquiatria/ Transtornos do Humor


PÁGINAS 26, 27 E 28
Dossiê: Psiquiatria/ Suicídio


PÁGINAS 29, 30 E 31
Dossiê: Psiquiatria/ Vanguarda


PÁGINAS 32 E 33
Tecnologia - Telemedicina


PÁGINAS 34 E 35
Medicina no mundo


PÁGINAS 36, 37 E 38
Hobby


PÁGINAS 39, 40, 41 E 42
Agenda Cultural


PÁGINAS 43, 44, 45 E 46
Gourmet


PÁGINA 47
Resenha


PÁGINA 48
Fotopoesia


GALERIA DE FOTOS


Edição 86 - Janeiro/Fevereiro/Março de 2019

PÁGINA 47

Resenha

Isso é coisa da sua cabeça

*Por Felipe Barros

Já perto da troca de plantão, Analice estava caída no consultório do pronto-socorro, debatendo os braços e as pernas, revirando os olhos e babando. Ao seu lado, estava Roberto, seu marido, que segurava sua cabeça enquanto gritava: “doutor, salve minha mulher, ela está convulsionando! O senhor não vai mandá-la para a UTI?”

Não.

É feito impossível passar uma temporada de plantões em pronto-socorro e não testemunhar ao menos um episódio semelhante. Ao fugir integralmente da semiologia descrita nos livros, associado a exames complementares completamente negativos, o único diagnóstico possível é um transtorno psicossomático. A maioria dos médicos não esconde a dificuldade do manejo desses pacientes, mas a neurologista Suzanne O`Sullivan optou por torná-los a razão da sua carreira. Descreve sua experiência no livro Isso é coisa da sua cabeça (308 páginas, Editora Best Seller, 2016).

São nove capítulos com histórias de pacientes com transtornos funcionais, coletados ao longo de 20 anos à frente de um centro especializado em pseudo-crises epilépticas. Fazem parte deles uma paciente que, após um acidente, fica cega sem nenhum motivo, um paciente que lê sobre esclerose múltipla e desenvolve sintomas idênticos, e outro que, à semelhança da Analice que abre esse texto, sofre de crises convulsivas intratáveis com medicamentos antiepilépticos. Interessa sobremaneira à autora o que é um sintoma real. Argumenta que praticamente qualquer sintoma pode tornar-se real, seja tremor, fadiga, dormência, dificuldade de fala. A questão é o que causa esses sintomas e, talvez mais importante, como resolvê-los?

Para respondê-la, Suzanne atravessa a história médica dos transtornos funcionais, começando por Hipócrates, que teve a perspicácia de observar que emoção pode causar suor e acelerar o coração. Passa por Freud e Chacot, neurologistas que adotaram e disseminaram o termo histeria. Termina na fronteira da ciência contemporânea, ilustrando os desenvolvimentos de neuroimagem funcional, que tentam achar uma marca para doenças psicossomáticas.

Nem a mais avançada neuroimagem facilita a árdua tarefa de comunicar esse diagnóstico. Como o próprio título ilustra, “isso é coisa da sua cabeça” é a última coisa que um paciente quer ouvir quando entra em um consultório médico. Existe uma resistência a aceitar causas emocionais como uma explicação. A lição mais valiosa que a autora transmite é a técnica que lapidou, em anos de tentativa e erro, para expor esse diagnóstico ao paciente, e persuadi-lo a buscar o tratamento psiquiátrico adequado. Enfatiza que, mesmo que os sintomas de que se queixam os pacientes sejam semelhantes, os motivos que os trazem até nós não são. Saber percorrer esses caminhos é o que confere a arte e a mágica da ciência médica.

*Felipe Barros é médico neurologista formado pela Unifesp, especialista em neurologia vascular e membro titular da Academia Brasileira de Neurologia



 


Este conteúdo teve 39 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 110 usuários on-line - 39
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior