Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 03-12-2021
    Anuidade PF 2022
    Médicos têm desconto de 5% para pagamento até o dia 31 de janeiro de 2022
  • 02-12-2021
    Novo serviço
    Certificado Digital e nova plataforma de prescrição eletrônica do CFM já estão disponíveis a todos os médicos inscritos nos Conselhos Regionais
  • 26-11-2021
    Evento
    Cremesp participa de formatura dos alunos da Faculdade de Ciências da Saúde de Barretos dr. Paulo Prata
  • 23-11-2021
    Anuidade PJ 2022
    Solicitação de desconto de 80% na contribuição PJ será exclusivamente online
  • Notícias


    25-10-2021

    Evento

    Cremesp celebra Dia do Médico e inaugura Memorial em homenagem aos médicos falecidos pela covid-19


     

    O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) celebrou o Dia do Médico e inaugurou Memorial em homenagem aos médicos falecidos pela covid-19, durante evento híbrido, realizado na última sexta-feira (22/10), na sede.

    A cerimônia contou com a participação de membros da diretoria do Cremesp, como a presidente, Irene Abramovich; a vice-presidente e vice-corregedora interina, Maria Alice Saccani Scardoelli; o 1º secretário, Angelo Vattimo; a 2ª secretária, Maria Camila Lunardi, e o coordenador interino da Assessoria de Comunicação, Wagmar Barbosa. 

    Estiveram presentes, também, o presidente da Associação Paulista de Medicina (APM), José Luiz Gomes do Amaral, que compôs a mesa de abertura, ao lado de Irene, Maria Alice, Vattimo e da médica Ho Yeh Li, uma das homenageadas da noite. O secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchtteyn, e o 1º vice-presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Donizetti Dimer Giamberardino Filho, participaram remotamente da celebração.

    Foram homenageados mais de 30 médicos que, desde o início da pandemia, ministraram diversas lives sobre a covid-19, promovidas pelo Conselho, com o intuito de trazer informações atualizadas aos profissionais de saúde e à população em geral. 

    Mesa solene de abertura
    Dando início às falas dos membros da mesa de abertura, a presidente do Cremesp, Irene Abramovich, ressaltou que, embora o evento fosse para comemorar o Dia do Médico, houve, também, um momento de pesar e reflexão, em decorrência da inauguração do Memorial em homenagem aos médicos que faleceram na pandemia. 

    “Não foram poucos os médicos que faleceram nesta luta. Porém, estamos aqui para homenagear, também, aqueles que participaram das lives e contribuíram muito para a informação de todos”, destacou.

    Em seguida, o 1º vice-presidente do CFM, Donizetti Dimer Giamberardino Filho, prestou sua homenagem e reconhecimento aos médicos que dedicam suas vidas ao cuidado das pessoas, juntamente aos profissionais de saúde, sendo essenciais para o combate à pandemia. 

    “A beleza do exercício da Medicina mora na entrega pessoal, intelectual e emocional destes profissionais, em prol da recuperação da saúde das pessoas”, ressaltou, complementando que esta é uma caminhada que demanda conhecimento científico e confiança na relação médico-paciente.

    Já a vice-presidente do Cremesp, Maria Alice Scardoelli, chamou a atenção para a necessidade de reflexão que a pandemia trouxe, principalmente no que diz respeito ao desempenho profissional e próprio, bem como em relação ao papel de representação do Conselho, de proteção à sociedade. Por fim, enfatizou que este é um momento de gratidão e de saudade daqueles que foram vitimados na luta contra o coronavírus.

    Dando sequência às falas da abertura, o presidente da APM, José Luiz Gomes do Amaral, falou sobre a necessidade de se honrar os colegas médicos e pacientes que faleceram no enfrentamento à covid-19, por meio de ações. 

    “Desde o início da história da humanidade, as epidemias e, agora, pandemias, nunca vêm sós. No entanto, para enfrentar a peste, ou seja, o coronavírus, temos a ciência, que tão rapidamente nos trouxe a solução: as vacinas. Também nos mostrou a importância do distanciamento social, do uso de máscaras e das medidas de higiene”.

    Para o secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, “todos nós, que estivemos na linha de frente, nunca tivemos a sensação de medo de uma doença, de poder contrair uma doença e de levá-la para casa, de perder pessoas queridas. Então, o 18 de outubro não é só o Dia do Médico, é o dia do agradecimento, da lembrança e da reflexão de nossas atitudes”, ressaltou. 

    O médico também afirmou que a pandemia escancarou as “feridas” do Sistema Único de Saúde (SUS) — que, mesmo com elas, acolheu maternalmente a todos — e que “não podemos aceitar tratamento precoce, ou em qualquer estágio, da covid, que não sejam normas protocolares”.

    Após o discurso de Gorinchteyn, Ho Yeh Li, médica homenageada do evento, representou todos os médicos. “Em pleno século 21, jamais imaginaríamos que, com toda tecnologia que temos, enfrentaríamos uma pandemia como essa e, além disso, tivéssemos que explicar para a sociedade o que é Medicina baseada em evidência. Com certeza, temos muito o que aprender, de como nos comunicarmos melhor com a população”, afirmou, citando frase de Hipócrates ao se referir aos profissionais que perderam suas vidas: “Arte longa, vida breve”.

    Finalizando as considerações da mesa de abertura, o 1º secretário do Cremesp, Angelo Vattimo, em consonância com Ho, disse nunca pensar que, em pleno Dia do Médico, médicos falecidos estariam sendo homenageados de tal forma. “Estes médicos lutaram bravamente numa guerra, uma das piores, na qual você não vê seu inimigo e luta sem armas. Nada mais justo do que imortalizá-los, para que as gerações futuras conheçam esta história”, enfatizou, agradecendo, em sequência, aos colegas que participaram das lives, trazendo informações necessárias à sociedade, que se tornaram ainda mais importantes em decorrência da politização da ciência, criticada por Angelo.

    Homenagens
    As homenagens da noite foram marcadas pela apresentação da médica e cantora Rosa Avilla, junto à orquestra Associação Coral da Cidade de São Paulo. Em seguida, o coordenador interino da Assessoria de Comunicação do Cremesp, Wagmar Barbosa, expôs o vídeo da campanha de Dia do Médico, deste ano, do Conselho, cujo tema foi “lições da pandemia”.“Apesar de ainda estarmos sob as medidas preventivas da pandemia, já vislumbramos dias melhores. Nossa profissão vai além do conhecimento científico para tratar doentes. Essa rotina simples de consultas se tornou lições de vida, que nos enriquecem não só como profissionais, mas como seres humanos”, destacou Barbosa. 

    Ele também ressaltou que, mesmo os médicos se colocando à prova nesta luta contra o desconhecido, tendo que lidar com tantas perdas e incertezas, muitos sentimentos foram ressignificados, e que todos tiveram de buscar algo positivo neste cenário, para que pudessem chegar até aqui, sem desistir.

    Ao final da exposição de Barbosa, iniciou-se a entrega de medalhas aos médicos presentes, física e remotamente, que foram escolhidos para serem homenageados pelo Cremesp.

    O conselheiro licenciado da autarquia, Edoardo Vattimo, destacou que muitos dos médicos presentes fazem parte de um novo capítulo da história. “Da mesma forma que estamos inaugurando um Memorial aos médicos que faleceram, nesta sala, também estamos vendo aqueles que escreveram história junto daqueles que estiveram na linha de frente. Em março de 2020, promovemos a primeira live, com a Ho, cuja audiência atingiu mais de 140 mil pessoas. Percebemos o quanto a sociedade estava sedenta por informação. Então, decidimos continuar trazendo conteúdo científico, e, com base nele, fomos guiados durante a pandemia”, afirmou, enfatizando que o Cremesp vacinou mais de 2 mil médicos em sua sede, algo que também entrou para história.

    Por fim, a 2ª secretária do Conselho, Maria Camila Lunardi, antes de conduzir a inauguração do Memorial, se dirigiu aos presentes falando sobre um número importante: 184.845, que é o total de visualizações das lives ministradas ao longo da pandemia. “Se pensarmos que um paciente foi beneficiado com aquilo que o médico assistiu; que um paciente recebeu tratamento adequado, sendo bem ventilado, intubado, sedado; que um médico aprendeu a preencher atestado de óbito, a usar os recursos disponíveis; se um professor ou aluno se identificou com o sofrimento e dificuldades que passamos, já sabemos que 184.845 pessoas foram contempladas. Mas, não foi apenas uma pessoa, foram muitas”, disse, agradecendo pelo benefício exponencial que os homenageados trouxeram aos médicos, à sociedade e aos pacientes.

    Finalizando o evento, os membros da mesa de abertura, juntamente com Barbosa, dirigiram-se ao Memorial e, após assistirem vídeo de homenagem aos médicos falecidos pela covid-19, inauguraram o monumento.


    O evento de Dia do Médico e Inauguração do Memorial em Homenagem aos Médicos falecidos pela covid-19 foi transmitido ao vivo pelo canal do YouTube do Cremesp. Veja a cerimônia, na íntegra, no link https://www.youtube.com/watch?v=EHOyPV_K4wY&ab_channel=CREMESP

    Confira, também, o vídeo e depoimentos dos médicos participantes da campanha do Cremesp, nas redes sociais do Conselho (instagram: @cremesp_crm e facebook: Cremesp).

     


    Este conteúdo teve 1088 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2021 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 204 usuários on-line - 1088
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior