Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 02-04-2020
    Ensino Médico
    MEC desativa curso de Medicina da Universidade Brasil após apuração que contou com colaboração do Cremesp
  • 30-03-2020
    Covid-19
    Live promovida pelo Cremesp traz novidades em relação ao manejo clínico
  • 30-03-2020
    Coronavírus
    Cremesp promoverá live sobre “Ventilação mecânica e covid-19”, com o prof.dr. Carlos Carvalho
  • 27-03-2020
    Anuidade PF 2020
    Cremesp flexibiliza prazo para pagamento até 31/07 visando auxiliar os médicos diante dos desafios do coronavírus
  • Notícias


    21-02-2020

    Ato Médico

    Cremesp vai ao Ministério Público expor e discutir ações sobre exercício ilegal da Medicina


    Da esq. para dir.: Tsuchiya, Lídia, Vattimo, Castiglione e Michaelis Jr. 

    O presidente e o diretor 1º secretário do Cremesp, Mario Jorge Tsuchiya  e Angelo Vattimo, respectivamente,  estiveram no Ministério Público de São Paulo (MPSP) para expor e propor ações referentes ao problema de invasão às prerrogativas da Medicina por não médicos, entre outros.  Uma das propostas levadas pelo Cremesp foi a de realização de uma audiência pública para discutir o problema.  Na reunião com a subprocuradora-geral da Justiça do MPSP, Lídia Helena Ferreira da Costa Passos, em 19 de fevereiro, os representantes do Cremesp relataram alguns casos de invasão ao Ato Médico ou de oferta de procedimentos invasivos sem bases científicas, cada vez mais frequentes, especialmente em relação aos procedimentos estéticos praticados por dentistas, muitos deles com resultados adversos e danos físicos às pessoas.  O superintendente jurídico do Cremesp, Carlos Magno dos Reis Michaelis Júnior, e o assessor da subprocuradoria do MPSP, Yuri Giuseppe Castiglione, também participaram do encontro.  

    Tsuchiya lembrou que o Cremesp e o MPSP, enquanto órgãos de interesse público, solicitam diligências um ao outro.  “O MPSP é responsável por cerca de 50% das demandas de fiscalização do Cremesp”, afirmou ele. “Por outro lado, o Cremesp tem oficiado o MPSP, solicitando apuração dos casos que podem configurar exercício ilegal da Medicina ou falsos tratamentos, sendo importante conferir maior celeridade aos processos”, ressaltou.

    Angelo Vattimo também destacou que, somente em 2019, o Cremesp entrou com 17 ações na Justiça para impedir o exercício ilegal da Medicina ou a oferta de cursos sem embasamento científico por não médicos, como de blefaroplastia, harmonização orofacial e hormonioterapia.      

    “Embora o Cremesp tenha entrado sistematicamente com ações individuais na Justiça para impedir esses abusos, o entendimento de um promotor pode ser diferente do outro”, ressaltou Vattimo. Para o 1º secretário, a instituição de uma audiência pública sobre o assunto talvez pudesse contribuir para se criar uma linearidade na análise desses processos.    

    Os representantes do MPSP delinearam algumas sugestões compatíveis com o campo de atuação do órgão.

    Leia também: 
    Cremesp ingressa com ação civil pública sobre prática de ultrassonografia por enfermeiros obstétricos

    Cremesp aciona Justiça e impede a realização de cursos sobre falsos tratamentos que invadem prerrogativas da Medicina

    Cremesp solicita abertura de inquérito ao MP para apurar irregularidades da atividade odontológica

    Fotos: Osmar Bustos 


    Este conteúdo teve 1096 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 181 usuários on-line - 1096
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior