Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 11-12-2017
    Ato Público
    Cremesp reafirma compromisso com a ética e combate à corrupção, em ato na Catedral da Sé
  • 11-12-2017
    Segurança pública
    Cremesp é convidado para audiência pública na Alesp sobre segurança pública
  • 11-12-2017
    Diplomas Estrangeiros
    Cremesp acompanha votação da PL 4.067/2015 que institui o Revalida
  • 11-12-2017
    Desafios
    PEMC em Sertãozinho aborda Transmissão Vertical da Sífilis
  • Notícias


    20-02-2017

    Campanha

    Cremesp e Coren discutem violência aos profissionais de saúde com novo secretário municipal

    20/02/2017

    Wilson Pollara, Bráulio Luna Filho e Fabíola Mattozinho em reunião

    O diretor primeiro-secretário do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) Bráulio Luna Filho, e a presidente do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (Coren-SP), Fabíola Mattozinho reuniram-se nesta sexta-feira (17/2), com o secretário de Saúde do município de São Paulo, Wilson Pollara, para discutir a violência sofrida por profissionais de saúde no ambiente de trabalho. A audiência ocorreu por solicitação de ambos os Conselhos para discutir os casos recorrentes de violência contra médicos, profissionais de enfermagem e outros agentes de saúde. Luna e Matozzinho informaram sobre as ações desenvolvidas pelas duas instituições, desde 2015, para prevenir esse tipo de violência.

    De acordo com Luna Filho, “uma das formas de enfrentar o problema é o desenvolvimento de sistemas de atendimento e encaminhamento dos casos de violência nos serviços”. Para o diretor primeiro-secretário do Cremesp, esse tipo de acolhimento ao profissional depende, necessariamente, da sensibilidade dos gestores de saúde.

    Dando continuidade à campanha iniciada em 2015, que será retomada em março deste ano, Cremesp e Coren-SP promoverão um encontro entre as comissões de ética das duas categorias profissionais para discutir medidas de prevenção contra a violência no ambiente de trabalho. Luna e Mattozinho solicitaram a participação da secretaria municipal de Saúde no evento e, também, no grupo de discussão organizado pelo Cremesp e Coren-SP para tratar do tema. Pollara prometeu designar representantes da pasta para participar das reuniões do grupo.

    Diversas medidas de conscientização e prevenção da violência aos profissionais da Enfermagem e da Medicina foram desenvolvidas desde o início da campanha. Em 2015, os dois conselhos apresentaram à Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo dados de levantamentos realizados que apontavam a frequência com que os casos de agressão aos profissionais acontecem nos serviços de saúde.

    No primeiro semestre de 2016, a campanha “Quando um profissional de saúde é agredido, quem perde é o paciente” ocupou espaços publicitários no metrô, rádios da capital e interior, sites e redes sociais, além dos veículos de comunicação das duas instituições, com o intuito de sensibilizar a sociedade sobre os problemas e consequências da violência no ambiente da saúde.

    Foto: Osmar Bustos

    Tags: ViolênciaMédicosCrempep.

    Este conteúdo teve 2485 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede - Frei Caneca: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - 01307-002

    Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
    Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

    Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
    (Sem atendimento ao público)
    Centro - São Paulo/SP - 01301-910

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 5908-5600 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2017 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 155 usuários on-line - 2485
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior