Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 18-04-2018
    Ética Médica
    Cremesp realizará palestra sobre ética em urgência e emergência, em Piracicaba
  • 18-04-2018
    Nota Pública
    Cremesp defende sistema de saúde universal e conclama entidades médicas para unir forças em defesa do SUS
  • 18-04-2018
    Campanha
    Bauru é a sexta cidade do interior paulista a receber a Caravana pelo Exame Obrigatório para recém-formados em Medicina
  • 18-04-2018
    Incentivo
    Movimento Sou Responsável premia estudantes vencedores do concurso de vídeo que estimula o voto consciente nas eleições 2018
  • Notícias


    08-01-2017

    Luto

    Falece Daniel Serrão, médico português que se tornou referência mundial em Bioética


    O médico português Daniel Serrão, especialista em Anatomia Patológica e Bioética, morreu no Hospital da Trofa (Portugal) neste dia 8 de janeiro (domingo), aos 88 anos, de problemas respiratórios decorrentes de um atropelamento na cidade do Porto, ocorrido há dois anos. 

    O médico e acadêmico foi membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, durante 15 anos, e da Academia Pontifícia para a Vida, instituição criada pelo Papa João Paulo II. Participou também da elaboração da Declaração Universal do Genoma Humano como patrimônio da humanidade na Unesco.

    Para Dalton Ramos, professor da Universidade São Paulo (USP) na área de Bioética e membro da Pontifícia Academia Pro Vita, um aspecto que definia Serrão era o seu amor pela vida e, consequentemente, o quanto trabalhou em defesa dela por meio da área da Bioética.

    Bioeticista consagrado
    “Além da grande influência acadêmica, Serrão foi um dos maiores nomes da Bioética no cenário de Portugal, sendo o responsável por introduzi-la na história das universidades portuguesas. No Brasil, também teve extrema importância, com significativas participações em congressos e eventos, com sua forte presença  no cenário acadêmico, incentivando e inspirando os graduandos”, afirma Ramos.

    Serrão formou-se no curso de Medicina em 1951, e concluiu seu doutorado em 1959. A partir de 1961, foi professor na Universidade do Porto e, em 1969, prestou serviço no hospital militar de Luanda, atuando como professor catedrático de Anatomia Patológica, em 1971. Tornou-se referência internacional pelas suas investigações na área da Bioética. Foi uma figura importante para o cenário da Igreja Católica mundial. Amigo de João Paulo II, Serrão foi o primeiro convidado a assessorar o Papa nas questões da Bioética. 

     

    Tags: bioéticafalecimento.

    Este conteúdo teve 425 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede - Frei Caneca: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - 01307-002

    Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
    Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

    Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
    (Sem atendimento ao público)
    Centro - São Paulo/SP - 01301-910

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 5908-5600 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2018 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 388 usuários on-line - 425
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior