Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 30-03-2017
    Plenária Temática
    Cremesp promove debate sobre precarização do trabalho médico e suas consequências na assistência à saúde
  • 29-03-2017
    Plenária Aberta
    Ministério da Saúde e ANS são criticados por falta de transparência por proposta de planos de baixa cobertura
  • 29-03-2017
    Atendimento
    Em 11 anos, o SUS perde quase 40% de seus leitos de internação em psiquiatria
  • 28-03-2017
    NRM
    Vice-presidente do Cremesp visita São Carlos e recebe garantia de pagamento para médicos da Santa Casa e UPAs
  • Notícias


    26-09-2016

    Katia Burle dos Santos Guimarães

    Violência nas escolas médicas

     

    Diante da violência observada ainda hoje nas escolas médicas, em especial nos trotes e nos jogos entre as faculdades de Medicina, em 2014 o Cremesp realizou plenária temática cujo tema foi “Violência nas Escolas Médicas”.

    A plenária lotada, e com inúmeras faculdades de Medicina do Estado de São Paulo ali representadas,  estendeu-se por mais de quatro horas.  Identificamos então uma demanda reprimida apontada pelos representantes e estudantes presentes, ávidos por apresentar os problemas e desejosos por discussões que pudessem nortear ações nas faculdades de Medicina. 

    A partir dessa plenária, cuja ideia nasceu na Câmara Técnica de Psiquiatria, formou-se a Câmara Temática Interdisciplinar sobre Violência nas Escolas Médicas (Camtivem), da qual todas as escolas de Medicina do Estado de SP foram convidadas a participar. Nesse momento, observamos outros tipos de violência, sendo o assédio moral o mais frequentemente encontrado, mostrando que os motivos iniciais, trote e jogos, eram apenas a ponta do iceberg. Em reunião conjunta da Camtivem com a Câmara do Jovem Médico, vários residentes presentes descreveram, como forma de violência, o assédio moral sofrido ao longo da Residência.

    A violência à Saúde é uma triste realidade, mas não diferente do que vemos acontecendo no Brasil e no mundo. A marca da pós-modernidade resulta num mundo vivido como incerto, incontrolável e assustador. Nele encontramos um ser humano intolerante à frustração, que troca o pensamento pela ação sem pensar, que desconsidera o altruísmo e vive cada dia mais narcisicamente. Isso leva à insatisfação do ser humano, e uma das formas de expressão desses sentimentos é a violência.

    As escolas médicas não ficam imunes a esse movimento. Entretanto, nesse caso, o cuidado com essas questões está diretamente relacionado à formação do futuro médico. E, por isso, o Cremesp vem se envolvendo cada vez mais com a questão da violência nas escolas médicas.

    Se não houver um cuidado com tais aspectos durante o período de graduação, maiores serão as chances de termos mais médicos adoecidos, com dificuldades de relacionamento com os pares, com os profissionais de outras áreas­ da saúde e com os pacientes. Ações dessa natureza são essenciais para a formação do futuro médico.

    Tags: cursos de Medicinaviolênciaacadêmicoscalourosescolas.

    ESTA MATÉRIA AINDA NÃO FOI COMENTADA:

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 802 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
    Centro - São Paulo/SP - 01301-910

    Sede - Luís Coelho: Rua Luís Coelho, 26
    Consolação - São Paulo/SP - 01309-900

    Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
    Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 5908-5600 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2017 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 132 usuários on-line - 802
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior