Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 24-04-2018
    Franca
    Presidente do Cremesp reúne-se com presidente da Unimed e realiza visita ao São Joaquim Hospital e Maternidade
  • 24-04-2018
    Educação Médica
    Abordagem sobre a alta do paciente em Pronto-Socorro foi o tema do PEMC em Franca
  • 24-04-2018
    Interior
    São José dos Campos é a próxima cidade a receber a Caravana pelo Exame Obrigatório
  • 24-04-2018
    Avaliação
    Estão abertas as inscrições para o Exame do Cremesp 2018
  • Notícias


    14-07-2016

    Urgência/Emergência

    Cremesp, Coren-SP, Samu e Grau discutem propostas para normatizar e qualificar o atendimento pré-hospitalar

     


    Fabiola, Renato e Mauro (ao fundo): Cremesp e Coren-SP discutem
    atuação profissional no atendimento emergencial


    Melhorar e estabelecer reajustes no atendimento da modalidade pré-hospitalar, capacitar profissionais da saúde que atuam nessa área e formalizar protocolos de ação para sensibilizar gestores no amparo legal e financeiro, foram os principais temas discutidos em reunião do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) com o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-SP), o Serviço Móvel de Atendimento a Urgências (Samu) e o Grupo de Resgate e Atenção às Urgências (Grau). 

    Mauro Gomes Aranha de Lima, presidente da Casa, e o conselheiro Renato Françoso Filho, coordenador da Câmara Técnica de Urgência e Emergência do Cremesp, receberam para o encontro, realizado neste 12 de julho, Fabíola de Campos Braga Mattozinho, presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de São Paulo (Coren-SP); Marisa Malvestio, representante do Ministério da Saúde (MS); Vagner Urias e Anailde Pereira de Castro (Samu); Carlos Eid (CRM-MS); Maísa Pereira Santos (Grau), e  Luís Carlos Oliva de Paula (Samu-SP). Sulim Abramovici e Claus Robert Zeefried, membros da CT de Urgência e Emergência do Conselho, também estiveram presentes.


    Para o presidente do Cremesp (1º à esq.) é fundamental a criação
    de um grupo permanente de trabalho entre as instituições

    Foi lembrado pelos participantes que, em razão da falta de profissionais médicos nas unidades do Samu e do Grau, os profissionais de enfermagem têm atuado no Suporte Intermediários de Vida (SIV), embora a Portaria nº 2.048/2002 determine que a regulação de urgências e emergências seja feita por médicos.
     


    "Profissionais da medicina e da enfermagem precisam exercer
    suas funções em parceria", ressaltou Fabíola Mattozinho


    Segundo Fabíola, existe a questão ética na tomada de decisões e no atendimento realizado pelo profissional da enfermagem. "É preciso estabelecer  a atuação dos enfermeiros no Samu e no Grau, e principalmente definir a regulamentação adequada para que os profissionais de saúde possam coexistir de forma plena, sempre priorizando o atendimento do paciente", afirmou a presidente do Coren-SP. Para ela, "existe um consenso de que é necessário avançar nas discussões sobre o tema, reconhecer que o problema existe e trabalhar, Cremesp e Coren, em conjunto com a sociedade, para que profissionais da Medicina e da Enfermagem exerçam suas funções em parceria."

    Mauro Aranha sugeriu "a criação de um grupo de trabalho estruturado, capaz de operacionalizar os temas das discussões das reuniões e fomentar a capacitação profissional, envolvendo inclusive o Grau e o Samu." 

    De acordo com Marisa Malvestio, "reconhecer as dificuldades no relacionamento entre os atores do cuidado emergencial da saúde, definir escopo de procedimentos e do atendimento, e treinar os profissionais envolvidos no acolhimento do paciente são etapas que podem, e devem, ser estabelecidas."

    Foi consenso entre os presentes que falta um posicionamento efetivo sobre a estrutura de competência de cada um dos profissionais envolvidos no atendimento de urgência.

    Françoso propôs convidar representantes das universidades que graduam profissionais que atuam na urgência para questionar as formas do atendimento emergencial, o perfil técnico que esse profissional deve ter em razão da exposição constante ao estresse, e a própria grade curricular do curso, responsável por habilitar esse profissional para o atendimento.

    Todos enfatizaram o marco histórico desses encontros entre Cremesp, Coren e representantes do Samu e do Grau não apenas para a interação entre as instituições na busca pelo exercício profissional pleno e ético dos atores da Saúde, mas principalmente considerando os pacientes, que necessitam do atendimento pré-hospitalar emergencial rápido e competente.

    Nova reunião do grupo foi agendada para 16 de agosto, na sede do Cremesp da Luis Coelho. 


    Veja também:

    Urgência/Emergência 
    Situação do atendimento por enfermeiros no Samu preocupa Cremesp e Coren-SP

     

    Fotos: Osmar Bustos

     

     

    Tags: Coren-SPSamuGrauenfermeirosurgênciaemergênciaatendimentopré-hospitalarpaciente.

    ESTA MATÉRIA AINDA NÃO FOI COMENTADA:

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 639 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede - Frei Caneca: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - 01307-002

    Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
    Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

    Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
    (Sem atendimento ao público)
    Centro - São Paulo/SP - 01301-910

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 5908-5600 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2018 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 99 usuários on-line - 639
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior