Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 19-10-2018
    Sessão solene
    Nova gestão do Cremesp dá posse à sua diretoria em cerimônia que contou com presença de autoridades
  • 17-10-2018
    Dia do médico
    Campanha do Cremesp enfatiza trajetória de esforço e dedicação dos médicos
  • 17-10-2018
    Evento
    Solenidade de posse da gestão 2018-2023 do Cremesp será transmitida ao vivo pelo YouTube
  • 17-10-2018
    Evento
    Cremesp participa do V Congresso de Acupuntura do CMAESP, em São Paulo
  • Notícias


    29-08-2015

    Plenária temática

    Regulação e implicações éticas da política de vaga zero é tema de palestras


    Nacime Salomão Mansur (ao centro da mesa) e convidados para
    o encontro sobre Vaga Zero

     

    A inexistência de leitos para a transferência e internação de pacientes foi o tema de palestras e discussões no encontro especial sobre Vaga Zero - Conceituação, regulação e implicações éticas, promovido pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) no dia 28 de agosto, na sede da Casa.


    Bráulio Luna Filho e Renato Azevedo durante a abertura
    da plenária especial

     

    Sob a coordenação do conselheiro Nacime Salomão Mansur, o evento contou com as palestras de Reinaldo Ayer de Oliveira (Conselheiro e Coordenador do Centro de Bioética da Casa), Eric Piva João Aquino Filho (Coordenador Médico da CROSS), Eduardo Grecco (Superintendente Adjunto Hospital Estadual Mário Covas) e Tácio Andrade S. Carvalho (Diretor Técnico do Grupo de Regulação da SES-SP).

    Na palestra sobre a Visão dos Operadores, Erik Piva, delegado do Conselho e diretor da Maternidade Campinas, referiu o enorme dilema do profissional quando, por exemplo, o neonatologista é informado que não existe vaga para pacientes que necessitam de atendimento. "Em uma instituição como a Maternidade Campinas, com em torno de 50 partos diários e ainda com porta aberta, recebendo também pacientes de cidades vizinhas, a situação é preocupante". Justamente pela falta de UTI neonatal, explicou Piva, muitos atendimentos têm desfecho policial, e quem atende na asssistência terciária se sente diretamente envolvido com o enorme problema.
     
    Para João Aquino, um dos principais dilemas enfrentados é o pouco acesso dos pacientes à tecnologia voltada para o atendimento de urgência e emergência. "A regulação é uma maneira de ativar nosso sistema de saúde no que diz respeito especialmente a esse tipo de atendimento, especialmente em UTI neonatal", explicou Aquino durante sua fala com o tema "Visão dos Reguladores". Para ele, "o verdadeiro regulador 'se rende à Vaga Zero' e com certeza convive com um dilema ético na exiguidade de vagas e leitos, pois precisa decidir - rapidamente - como e para onde deve transferir o paciente".

    Na palestra Visão dos Receptores, Eduardo Grecco enfatizou a importância de definir o perfil do encaminhamento e de estabelecer mecanismos que definam a estrutura do hospital de urgência/emergência.

    Já Tácio Carvalho chamou a atenção dos presentes para que se evite a banalização da vaga zero. "A inexistência de leitos vagos não pode transformar-se em 'desculpa' para o não atendimento do paciente na emergência, mas como critério para encaminhá-lo a outra unidade de saúde, garantindo o atendimento com dignidade e ética", afirmou. E concluiu: "é preciso abrir uma ampla discussão sobre o atendimento realizado por telemedicina".

    Segundo Reinaldo Ayer, em sua fala sobre "Visão Ética", e parafraseando Diego Gracia, a função da ética é evitar que as decisões sejam imprudentes. "O médico precisa ser ético tanto na saída do paciente quanto na sua recepção e o Conselho deve acompanhar esse mecanismo, essa abordagem", afirmou.  

    Finalizando o encontro, Nacime Mansur citou o Sistema de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo (CROSS) como um sistema que deveria ser, além de regulador das necessidades do setor, fundamentalmente ser também de recursos: "o mecanismo de transferência de pacientes tem se comportado como desorganizador, o que faz com que se desacredite na chamada situação 'vaga zero' como garantia do atendimento hospitalar àquele paciente em situação emergencial."

    A seguir, foi aberto um amplo debate entre os presentes e os palestrantes. Também acompanharam o encontro o presidente da Casa, Bráulio Luna Filho, e os diretores Renato Azevedo, Sílvia Mateus e João Ladislau Rosa, entre outros conselheiros.

     

     

    Fotos: Osmar Bustos

     

     

    Tags: plenáriaespecialvaga zeroleitosCROSSéticapacientesUTIneonatal.

    ESTA MATÉRIA AINDA NÃO FOI COMENTADA:

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 1240 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    Delegacia da Vila Mariana:
    Rua Domingos de Moraes, 2187 - cj. 223 - Edifício Xangai
    Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP 04035-000

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2018 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 346 usuários on-line - 1240
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior