Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 15-10-2019
    Dia do Professor
    Cremesp presta sua homenagem aos professores de Medicina
  • 15-10-2019
    Emendas à MP 890
    CFM e Cremesp alertam sobre os riscos da flexibilização do Revalida para a sociedade
  • 11-10-2019
    Resíduos sólidos
    Prazo para cadastro de PJs que geram lixo na cidade de São Paulo se encerra no dia 31 de outubro
  • 09-10-2019
    Palestra em Sorocaba
    Causa básica da morte é item fundamental na Declaração de Óbito, observa presidente do Cremesp
  • Notícias


    29-05-2015

    Audiência pública

    Médicos da Zona Sul da Capital relataram principais problemas da região durante encontro com Cremesp


    Mauro Aranha: "Em um local onde existe sobrecarga de demanda,
    o médico não pode perder a empatia com o povo"


    Os médicos da Zona Sul da cidade de São Paulo puderam expor suas principais dificuldades e dúvidas em relação ao exercício da profissão durante a Audiência Pública do Cremesp com a Região Sul. Realizado no Hospital Municipal do Campo Limpo, em 27 de maio, o evento foi uma oportunidade de ampliar o diálogo da instituição com os profissionais, que puderam falar sobre questões específicas da localidade.

    A reunião foi mediada pelo vice-presidente e conselheiro do Cremesp, Mauro Aranha, que apresentou a estrutura organizacional e as funções do Conselho, esclarecendo procedimentos como pedidos de consultas e aberturas de sindicâncias. Também estiveram presentes os conselheiros Otelo Chino Júnior e o delegado da Regional Oeste, Paulo Kron.

    No decorrer da conversa, uma das principais preocupações dos profissionais presentes era a superlotação das unidades médicas da região. A escassez de leitos seria agravada pela demanda de pacientes vindos de cidades vizinhas, como Embu das Artes e Osasco, e por reformas em hospitais da região.

    A rotatividade entre os profissionais jovens também foi tema de debate. Médicos presentes no evento falaram da dificuldade de manter um profissional formado recentemente trabalhando em hospitais da periferia, principalmente em prontos-socorros. E acreditam que, para que eles permaneçam mais tempo em uma unidade, seria necessário se aproximar mais da comunidade local. Mauro Aranha concorda que o ponto principal é a aliança com a população. "Mas não é uma parceria como estratégia, é uma aliança humanitária. Em um local onde existe sobrecarga de demanda, o médico não pode perder a empatia com o povo, não pode ser indiferente", declarou.
     

     

    Colaboração: Natália Oliveira (estagiária de Jornalismo do Depto de Comunicação do Cremesp)
    Fotos: Isabela Tellerman (estagiária de Fotografia do Depto. de Comunicação do Cremesp)
     

    Tags: audiênciapúblicaZona Sulleitosdemandapacientes.

    Veja os comentários desta matéria


    O evento foi interessante porque discute in loco a problemática da região que é carente e de alta demanda médica. Foi sugerida proposta de estender o evento com a presença do Sindicato dos Médicos e da comunidade local ( ex: Conselhos Gestores, Conseg e outros ) para expor e discutir as dificuldades dos profissionais de saúde em diferentes bairros da Capital. O Simesp já aceitou sua participação, assim como o CRM.
    otelo

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 31 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 279 usuários on-line - 31
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior