Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 17-05-2024
    Pré-eclâmpsia
    Área Técnica da Mulher e Comitê de Mortalidade Materna promovem evento online 
  • 17-05-2024
    Prescrição médica
    Anvisa aprova normativa para controle mais severo de medicamentos como o zolpidem e zopiclona
  • 17-05-2024
    Controle epidemiológico
    Cremesp defende reinserção à OMS de Taiwan, considerada área de alto risco de coronavírus
  • 15-05-2024
    Força-tarefa RS
    Cremesp apoia ação humanitária de profissionais da saúde às vítimas das enchentes
  • Notícias


    27-06-2012

    Audiência pública

    Câmara discute problemas e avalia soluções para os serviços de urgência e emergência no município de SP


    Françoso (ao microfone): participação ativa da CT de Urgência e Emergência do Cremesp na audiência promovida pela Câmara Municipal 


    Na tarde da última quarta-feira, 27 de junho, representantes do poder público, de entidades médicas e hospitalares, além de vereadores e parlamentares, se reuniram no salão nobre da Câmara Municipal de São Paulo, para avaliar os mecanismos e ações de atendimento das unidades de urgência e emergência no município e estimular ideias e propostas capazes de solucioná-los, com efetividade, em curto e médio prazos.

    O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) esteve representado, na ocasião, pelo conselheiro e coordenador da Câmara Técnica de Urgência e Emergência da Casa, Renato Françoso Filho, ao lado de Milton Steinman, médico assistente do Serviço de Urgência e Emergência do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP; Paulo Kron Psanquevich, delegado do Cremesp e coordenador de Apoio ao Desenvolvimento da Gerência Hospitalar da Secretaria Municipal de Saúde; Domingos da Costa Hernandez Júnior, coordenador de Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo; e Daniel Carvalho Rocha, coordenador de Média e Alta Complexidade do Minsitério da Saúde.

    Para Françoso, iniciativas como essa, da Câmara Municipal de São Paulo, vem ao encontro do que a sociedade espera do poder legislativo no sentido de harmonizar os vários poderes da nação. "O principal objetivo é apresentar soluções para o grande problema da assistência médica, especialmente aquelas que ocorrem no dia a dia nas unidades de emergência e urgência", salientou.

    A sessão foi realizada pela Comissão de Saúde, Promoção Social, Trabalho e Mulher da Câmara Municipal de São Paulo, sob a coordenação do vereador Jamil Murad (PC do B), e contou com a presença do também vereador Gilberto Natalini (PV).  

    Fotos: Osmar Bustos

    Tags: pronto-atendimentourgência e emergênciapronto-socorroaudiênciacâmara municipal.

    Veja os comentários desta matéria


    Grande parte das urgências/emergências são evitáveis. Vejo um problema sério nas políticas de atendimento às urgências e emergências. Não se discute o estabelecimento de metas de redução destes atendimentos. Sou médico sanitarista e penso que os serviços de atendimento de urgências e emergências deveriam tender ao fechamento por falta de demanda. Para isto, antes de discutir estatísticas de ocorrências, deveriam ser discutidas metas e estratégias de curto, médio e longo prazos com vistas a reduzir e, quiçá, eliminar as chamadas urgências/emergências com medidas preventivas tais como: proibição da propaganda de bebidas alcoólicas(o público jovem é o seu alvo e coincidentemente sua vítima); proibição da venda e porte de armas(na Inglaterra somente as forças armadas e os serviços de inteligência podem portar armas e o número de mortes por armas de fogo é quase 100 vezes menor que no Brasil); fim da impunidade no trânsito, etc...
    rubens

    Deixe o seu comentário

        Dê sua opinião sobre a matéria acima em até mil caracteres. Não serão publicados  textos ofensivos a pessoas ou instituições, que configurem crime, apresentem conteúdo obsceno, sejam de origem duvidosa, tenham finalidade comercial ou sugiram links, entre outros.  Os textos serão submetidos à aprovação antes da publicação, respeitando-se a jornada de trabalho da comissão de avaliação (horário de funcionamento do Cremesp, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas). O Cremesp reserva-se o direito de editar os comentários para correção ortográfica.  Os  usuários deste site estão sujeitos à política de uso do Portal do Cremesp e se comprometem a respeitar o seu Código de Conduta On-line.

    De acordo.


    Este conteúdo teve 119 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2024 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 361 usuários on-line - 119
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior

    O CREMESP utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no site implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Cookies do CREMESP. Saiba mais em nossa Política de Privacidade e Proteção de Dados.