PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (JC pág. 2)
Resolução CFM nº 1805/2006: "Nosso humilde reconhecimento do limite do possível diante da natureza da pessoa humana"


ENTREVISTA (JC pág. 3)
Acompanhe um bate-papo informal com o reitor da Universidade Federal da Bahia, Naomar de Almeida Filho


ATIVIDADES 1 (JC pág. 4)
Educação Médica Continuada: Módulo sobre Diabetes reuniu público recorde em Presidente Prudente


ATIVIDADES 2 (JC pág. 5)
Exame do Cremesp 2007: índice e aprovação inferior a 60% preocupa


ATIVIDADES 3 (JC pág. 6)
Dia Nacional de Protesto dos Médicos: movimento pela qualidade de atendimento à saúde


ATIVIDADES 4 (JC pág. 7)
Codame: mais de 12 mil pessoas já participaram dos Fóruns Regulamentadores de Publicidade Médica realizados pelo Cremesp


ESPECIAL (JC págs. 8 e 9)
Acompanhe os resultados da Pesquisa Datafolha sobre as condições de trabalho dos médicos paulistas


GERAL 1 (JC pág. 10)
A regulamentação de procedimentos farmacêuticos em debate. Confira as conclusões


GERAL 2 (JC pág. 11)
Em Opinião de Conselheiro, José Henrique Vila aborda Atestado de Óbito


GERAL 3 (JC pág. 12)
Fórum discute segurança e condições de trabalho do médico perito


GERAL 4 (JC pág. 13)
Coluna do CFM: conselheiro aborda temas como escolas de Medicina, dengue e revisão do Código de Ética


ALERTA ÉTICO (JC pág. 14)
O tema desta edição para o Canal Alerta Ético é o atendimento ao idoso


GERAL 5 (JC pág. 15)
Primeira edição do simpósio internacional sobre cuidados paliativos apresenta grupo de estudos


NATAL (JC pág. 16)
O Conselho Regional de Medicina de São Paulo deseja a todos um Natal de paz e reflexões para o novo ano que se aproxima


GALERIA DE FOTOS



Edição 243 - 11/2007

GERAL 5 (JC pág. 15)

Primeira edição do simpósio internacional sobre cuidados paliativos apresenta grupo de estudos



CUIDADOS PALIATIVOS


Toshio Chiba, Reinaldo Ayer, Gustavo de Simone, Maria Goretti, Isabel Galriça e Renato Azevedo Jr

Simpósio Internacional apresenta
grupo de estudos e divulga futuro livro

Ao elaborar minuta de resolução sobre a Terminalidade da Vida – que, entre outros frutos, inspirou consulta pública e a Resolução CFM 1805/06, em parceria com o Centro de Bioética, a Câmara Técnica de Bioética do Cremesp se aproximou de profissionais dedicados a promover Cuidados Paliativos, ou seja, ao atendimento que preconiza a atenção individualizada ao doente e a sua família, buscando controlar sintomas e prevenir o sofrimento. Surgiu daí a idéia de criar na entidade um grupo de estudos, destinado a discutir e divulgar este assunto tão importante e, de certa forma, desconhecido, mesmo entre os que atuam em saúde.
 
O I Simpósio Internacional sobre Cuidados Paliativos, em 14 de novembro, correspondeu ao primeiro resultado prático deste trabalho de mais de dois anos. Organizado pelo Cremesp, com o apoio da Academia Nacional de Cuidados Paliativos, foi coordenado pelo conselheiro Reinaldo Ayer de Oliveira (coordenador da Câmara Técnica Interdisciplinar de Bioética e do novo grupo de estudos) e conseguiu lotar o auditório de um hotel em São Paulo. Foram ministradas as conferências Políticas Públicas em Cuidados Paliativos, proferida pela portuguesa Isabel Galriça Neto, professora da Faculdade de Medicina de Lisboa, e Educação em Cuidados Paliativos: Um Grande Desafio, pelo educador argentino Gustavo de Simone, da Associação Pallium, em Buenos Aires.

Além das conferências, aconteceram as mesas-redondas Definindo Papéis e Um Novo Paradigma na Assistência à Saúde, promovidas por membros do grupo de Cuidados Paliativos do Cremesp e que contaram com a presença, dentre outros, dos seguintes palestrantes:  Toshio Chiba, do Hospital das Clínicas de São Paulo/Fmusp; Maria Goretti Sales Maciel, da Academia Nacional de Cuidados Paliativos; Dalva Matsumoto, do Hospital do Servidor Público Municipal; Ana Arantes, do  Hospital Israelita Albert Einstein; Letícia Andrade, do Hospital das Clínicas; Celisa Sera, da USP; Ricardo Tavares de Carvalho, do Incor; e Maria Júlia Kóvacs, do Instituto de Psicologia da USP.

Abertura e conferências
Durante a abertura do evento, o 1° secretário do Cremesp, Renato Azevedo Júnior (que representou o presidente da Casa, Henrique Carlos Gonçalves) enfatizou o orgulho da entidade por participar de um debate tão enriquecedor. “É fundamental dirigirmos nossa atenção à promoção da vida com qualidade”. Em sua palestra, Isabel Galriça Neto elencou as semelhanças entre a mentalidade (por vezes, equivocada) sobre o assunto, tanto no Brasil, quanto em seu país. “Há quem diga que a população-alvo do paliativista é o moribundo. Pergunto: não estaríamos negligenciando os outros doentes?”.

Segundo Galriça, estimativas internacionais indicam que 60% do total de pacientes falecidos necessitariam de Cuidados Paliativos. E, ao contrário do se supõe, o grande contingente desses cuidados não está entre doentes de câncer: 1/3 de portadores de tumores teriam indicação a tal tipo de atenção, contra 2/3 de pessoas com outras doenças, em especial, as degenerativas.

Na opinião da portuguesa, a demanda é justamente o fato que deveria pesar para a inclusão dos Cuidados Paliativos nos serviços públicos de saúde. “Não podem e não devem ficar à margem do Sistema, pois correspondem a direitos humanos. Encaminhar os doentes que precisam aos Cuidados Paliativos é o mesmo que mandar para a UTI aqueles que carecem de cuidados intensivos”.

Coube ao professor Gustavo de Simone a última participação deste encontro internacional, falando sobre a educação em Cuidados Paliativos. De acordo com ele, em  aulas ministradas à beira do leito, o educador precisa dirigir suas atenções a pequenos “detalhes”, como ao conforto do paciente; à manutenção de um ensino focado (“o que é complicado, quando nos sentimos expostos”, explica); e à dinâmica do grupo (“preferencialmente, pequeno”). “Não é fácil ensinar na frente do doente porque, muitas vezes, falamos coisas completamente fora do lugar”, lamentou.

Cremesp lançará publicação
Em iniciativa pioneira, o Cremesp, por meio de seu Grupo de Estudos em Cuidados Paliativos lançará, no primeiro semestre de 2008, publicação específica sobre o assunto. Entre outros pontos, destacará Conceitos; Comunicação; Modelos; Ações e Particularidades em Cuidados Paliativos.


Cursos & Eventos

Psiquiatria
O Centro de Estudos Paulista de Psiquiatria da Unifesp/EPM promove os cursos Bases Clínicas para o Atendimento em Saúde Mental da Infância e Adolescência e Especialização em Psicanálise para Formação de Psicote¬rapeutas, ambos com início em fevereiro de 2008. Inscrições até 21 de janeiro, pelo site
http://www.cepp.org.br/ ou pelo telefone (11)5082-3961.

Saúde da Mulher
Estão abertas, até 31 de janeiro de 2008, as inscrições para o Curso de Especialização em Saúde da Mulher no Climatério, promovido pela Faculdade de Saúde Pública da USP. Mais informações: telefone (11) 3061-7787 ou e-mail
svalunos@fsp.usp.br

Residência Médica
O Hospital Cema abre inscrições para os seus cursos de Residência Médica, que devem ser feitas de 5 de dezembro de 2007 a 8 de janeiro de 2008. Mais informações pelo telefone (11) 6602-4034, pelo e-mail
centrodeestudos@cemahospital.com.br ou pelo site www.cemahospital.com.br

Homeopatia
A Associação Brasileira de Reciclagem e Assistência em Homeopatia – ABRAH do Hospital do Servidor Público Municipal, promove os seus cursos de Especialização em Homeopatia e Instrução Continuada para Homeopatas, com início em 16/02/2008. Informações pelo telefone (11) 3277-1482, e-mail
abrah@abrah.org.br ou pelo site www.abrah.org.br

Geriatria
A Unicamp divulga o seu Curso de Especialização Universitária em Geriatria e Geron-tologia, com início em 14 de fevereiro. Inscrições até 31/01/2008, pelos telefones (19) 3521-4646/4647/4648, ou pelo fax (19) 3521-4645.

USP – Cursos de Especialização 2008

Bioética
Inscrições abertas entre 07/01/2008 e 14/03/2008.
Duração do curso: de 11/04/2008 a 17/04/2009.

Medicina Legal
Inscrições abertas entre 02/01/2008 e 15/02/2008.
Duração do curso: de 03/03/2008 a 18/03/2009.

Medicina do Trabalho
Inscrições entre 02/01/2008 e 15/02/2008.
Duração do curso: de 03/03/2008 a 18/12/2009.

Medicina do Tráfego
Inscrições abertas entre 07/01/2008 e 14/03/2008.
Duração do curso: de 11/04/2008 a 18/04/2009.

Mais informações pelos telefones: (11) 3085-9677 e 3061-7291




Este conteúdo teve 1792 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 262 usuários on-line - 1792
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior