PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL
Voto ético


ENTIDADES MÉDICAS
Cremesp terá site exclusivo sobre Bioética


ENTREVISTA
Procurador alerta para os riscos das falsas cooperativas


DEBATE
O Juramento de Hipócrates deve ser revisado ou substituído?


GERAL 1
Planos de Saúde


ELEIÇÕES 2002
Médicos candidatam-se ao Legislativo


ELEIÇÕES 2002
Candidatos ao governo do Estado de São Paulo apresentam programas para a Saúde


GERAL 2
Serviço de destaque


ATUALIZAÇÃO
Apnéia do sono tem alta taxa de mortalidade


GERAL 3
De olho no site


AGENDA
Cremesp faz reunião com Corpo de Bombeiros


CURTAS
Julgamentos simulados


GERAL 4
Parecer


EVENTO
Brasil sediará o VI Congresso Mundial de Bioética


GALERIA DE FOTOS



Edição 181 - 09/2002

EDITORIAL

Voto ético


Voto ético

Quando comandava a campanha nacional de combate à fome, o saudoso sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, que tanto batalhou pela democracia e pela justiça social no país, dizia que “o Brasil tem fome de ética e passa fome em conseqüência da falta de ética na política.”

Mais uma vez, estamos diante da oportunidade de escolher representantes que sejam capazes de governar e legislar com ética e transparência para solucionar os principais problemas do país e do Estado.

Na hora do voto devemos teclar a urna com a consciência de que estamos optando por alguém que teria propostas e tomaria decisões semelhantes às nossas, se estivéssemos no mesmo cargo.

Já tivemos a oportunidade de apresentar e comentar, no Jornal do Cremesp, as propostas dos candidatos a presidente da República para a Saúde. Desta vez, estamos divulgando os programas do setor dos postulantes ao governo do Estado e também apresentamos os colegas candidatos a deputados que responderam à solicitação publicada na edição de julho de 2002 (nº 179).

É lamentável que o show de marketing e a overdose de cobertura da mídia que tomou conta da eleição presidencial tenha colocado em segundo plano a disputa pelo governo do Estado e a renovação do Senado, da Câmara Federal e da Assembléia Legislativa, pois é vital que nós, médicos, às vésperas das eleições, tenhamos condições de escolher aqueles que assumiram compromissos éticos de valorização da medicina, da saúde e da vida.

Sabemos que entre os diversos segmentos relevantes e de interesse para a sociedade, a medicina e a saúde aparecem como sendo dos mais representativos e organizados e, também, que comportam mais conflitos. Por isso mesmo estão mais suscetíveis a lobbies e disputas de interesses.

No momento da campanha, as idéias e propostas dos candidatos são muito parecidas e só é possível uma diferenciação se nos detivermos na trajetória de cada um, na conduta pessoal ao longo da vida profissional e política. Acreditamos que devemos optar pelas propostas de mandatos concentrados na preservação dos direitos e dos interesses coletivos da sociedade e não nos projetos individuais que beneficiam grupos econômicos.

Neste sentido, são muitos os colegas que merecem nosso voto, conforme podemos conferir nesta edição. Da mesma forma, apresentamos os candidatos ao governo do Estado, que podem ser avaliados a partir de seus programas de saúde.

Este ano, não só na política a ética há de prevalecer. Em novembro de 2002, o Brasil vai sediar o VI Congresso Internacional de Bioética, que acontece em Brasília, com o tema “Bioética poder e injustiça.” O Cremesp estará presente, ao lado da Sociedade Brasileira de Bioética e do Conselho Federal de Medicina, duas das instituições promotoras. Na oportunidade, iremos apresentar as primeiras produções do Centro de Bioética do Cremesp, que sem dúvida irá contribuir para a difusão de conhecimentos sobre o tema.

Tratamos do Congresso, nesta edição do Jornal do Cremesp, pois será um evento internacional da maior importância, visto que vivemos um momento de grandes conflitos éticos mundiais. O desenvolvimento tecnológico e o avanço da ciência e da medicina têm sido acompanhados de um importante debate sobre as novas possibilidades, especialmente da área da genética. Já a globalização vem acirrando as desigualdades e injustiças. Se por um lado devemos considerar os benefícios potenciais, por outro sabemos que muitas das supostas conquistas são o ponto de partida para novas possibilidades de abusos. A contraposição entre esperança e preocupação devem nortear os debates, que precisam ser expandidos para a discussão pública da sociedade.

Gabriel David Hushi
Presidente do Cremesp



Cartas

Bebida alcoólica

“Em referência à matéria publicada na página 12 do Jornal do Cremesp 179, de Julho de 2002, ‘Guerra à propaganda de bebida alcóolica’, quero parabenizá-los e informar que estamos nesta luta há mais de 10 anos, inclusive com publicação internacional a respeito da interferência da mídia na formação do aparelho psíquico. É preciso também valorizar o trabalho dos autores nacionais: talvez tenha sido um dos primeiros trabalhos médicos relativos ao problema em nosso meio, no que se refere à interferência da mídia, positiva e negativamente na constituição da subjetividade dos jovens”.

David Léo Levisky

Este conteúdo teve 886 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

Delegacia da Vila Mariana:
Rua Domingos de Moraes, 2187 - cj. 223 - Edifício Xangai
Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP 04035-000

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 448 usuários on-line - 886
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior