PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL
Pesquisa sobre os planos de saúde
Além do destaque especial para os resultados da avaliação dos planos de saúde, esta edição aborda temas polêmicos como reprodução assistida e clonagem.


CONSELHO
Novos serviços
Confira os novos serviços oferecidos aos médicos e como está se saindo a Rede Estadual de Apoio a Médicos Dependentes Químicos


ENTREVISTA
“Conselhos devem aliar exercício profissional à promoção da cidadania”
Mário Saad, atual representante no CFM de São Paulo e diretor da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, é nosso convidado especial deste mês.


ARTIGOS 1
“É preciso eleger deputados
comprometidos com a saúde”
Eleuses Paiva, presidente da AMB, e o movimento médico no processo político deste ano. Engajar-se é fundamental para a obtenção de vitórias na saúde do país.


ARTIGOS 2
“Nosso voto é a melhor arma para a mudança”
Erivaldo Guimarães, presidente do Simesp, lembra, em ano eleitoral, a importância de escolher candidatos que tenham, essencialmente, compromisso com o social.


ENTIDADES
Congresso de Política Médica
e Piores Planos de Saúde

Eleição 2002 e Pesquisa Datafolha: Congresso de Política Médica e a divulgação dos piores planos de saúde do país.


ESPECIAL
Os dilemas da reprodução assistida e da clonagem
O enfoque especial deste mês é imperdível: mesas redondas com temas-âncoras como o destino dos pré-embriões e a clonagem humana. Marco Segre e Enidio Ilário coordenaram os debates.


VIGILÂNCIA  SANITÁRIA
Cremesp é contra cobrança de taxa para vistoria em consultórios.
Veja por quê o Cremesp é contra a cobrança de mais esta taxa.


PARECER
“Exigência de farmacêutico para guarda de dispensário de medicamentos é ilegal”
Exigência não conta com amparo legal. Veja análise da legislação que fundamenta o parecer do Cremesp.


GERAL 1
De olho no site!
Novidades no site do Cremesp, Hospitalar 2002, Dia Mundial sem Tabaco e campanha de prevenção contra a Aids: acesse e informe-se!


AGENDA
Delegacia de S. José dos Campos tem nova sede. As participações e atividades do Cremesp durante o mês de junho você pode conferir aqui.


NOTAS
Lideranças Médicas em Votuporanga.
Oportunidades de Trabalho e a Copa Mundial de Futebol para Equipes Médicas em Barcelona são, também, destaques dessa seção.


GERAL 2
Em outubro, Brasil será o centro mundial da Bioética
Informe-se sobre o Congresso Mundial de Bioética e outras notícias, como a obrigatoriedade da implantação de bancos de leite humano na cidade de São Paulo.


ENSINO
Estudantes apresentam pesquisas em Ética Médica.
O projeto, coordenado por Reinaldo Ayer, reúne um total de 19 trabalhos de pesquisa na área de Ética Médica. Confira autores, resumos e orientadores de cada um deles.


GALERIA DE FOTOS



Edição 178 - 06/2002

ARTIGOS 2

“Nosso voto é a melhor arma para a mudança”
Erivaldo Guimarães, presidente do Simesp, lembra, em ano eleitoral, a importância de escolher candidatos que tenham, essencialmente, compromisso com o social.


“Nosso voto é a melhor arma para a mudança”

Erivalder Guimarães*

Em ano eleitoral sempre renasce o sentimento de mudança e a esperança de que desta vez os brasileiros irão renovar o quadro político que aí está. É nesse período que o sonho de aniquilar com a miséria, o analfabetismo, o trabalho infantil, o desemprego, a precariedade no sistema de saúde e todas as formas de exclusão parece não ser uma utopia; o desejo de um Brasil melhor parece bem próximo da realidade.

A transformação é realmente possível, ou pelo menos o início dela. Para isso acontecer não podemos deixar o destino do Brasil nas mãos de dirigentes que não possuem a mínima responsabilidade social e comprometimento com as classes desfavorecidas. Pessoas que só olham para o próprio umbigo, defendendo interesses escusos, não podem continuar sendo eleitas.

O momento exige mudanças profundas no quadro político brasileiro. Vivemos em um país onde 52% da população ativa recebe dois salários mínimos e apenas 2,6% recebe valor acima de 20 mínimos. A educação, ou melhor, a ausência dela, é outra vergonha para todos nós. Mais de 31% das crianças com mais de dez anos de idade são analfabetas ou não completaram a quarta série do ensino fundamental. Em 2000, 60% da população nesta faixa etária não havia concluído o ensino fundamental.

Todos esses dados são oficiais e fazem parte do censo 2000 realizado e divulgado recentemente pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). É o triste retrato do país da desigualdade, da concentração de renda, do trabalho infantil e de uma série de fatores que nos envergonham.

O Brasil clama por justiça. Não podemos mais aceitar a atual política de exclusão social. Chega de desemprego, redução de direitos, violência.

Precisamos neste momento eleger representantes sérios, com passado íntegro. A candidatura de companheiros médicos é também muito importante para a defesa da saúde pública. Com a atuação desses profissionais no cenário político podemos melhorar o setor da saúde. É isso mesmo. Hoje a atuação do médico extrapola as fronteiras dos consultórios e hospitais. Precisamos nos inserir nos diversos segmentos, caso contrário continuaremos reféns do atual modelo. Afinal, sabemos bem como é difícil lutar pela vida numa estrutura tão precária quanto a da saúde pública atual.

Nós, médicos, não podemos também ficar à mercê dos planos de saúde e da rede pública sucateada. É fundamental que companheiros médicos deixem o ofício na prática para lutar pela qualidade da medicina, controlar a verba do setor, inclusive o dinheiro arrecadado pela CPMF, recentemente prorrogada até 2004 pelo Senado.

No campo político, o médico deve ter o objetivo de defender não só a corporação, como também a luta pela inclusão social. Nosso voto é a melhor arma para a mudança. Vamos construir um país melhor, de todos e para todos. Vamos resgatar a dignidade médica, a cidadania e o orgulho de ser brasileiro elegendo companheiros, sejam médicos ou não, que tenham compromisso com o social.

* Presidente do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) e da Confederação Médica Brasileira


Este conteúdo teve 996 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

Delegacia da Vila Mariana:
Rua Domingos de Moraes, 2187 - cj. 223 - Edifício Xangai
Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP 04035-000

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 459 usuários on-line - 996
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior