PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL
É agora ou nunca!


ENTREVISTA
Professor Thomas Maack, especialista em Educação Médica


ELEIÇÃO CFM 1
A escolha dos novos representantes do Estado no Conselho Federal de Medicina


ELEIÇÃO CFM 2
Chapas e Propostas


GERAL 1
Propaganda Sem Bebida


CLASSE MÉDICA EM MOVIMENTO 1
Delegação do Cremesp foi a Brasília defender a CBHPM


CLASSE MÉDICA EM MOVIMENTO 2
Mobilização Nacional contra abusos de operadoras de saúde


ALERTA CIENTÍFICO
Influenza


CONJUNTURA
O desrespeito à classe médica homeopática


GERAL 2
De olho nos sites


AGENDA
Palestras, Julgamentos Simulados, Jornadas e Reuniões


NOTAS
Doença causada pelo trabalho


PARECER
Óxido Nitroso em Odontologia


GALERIA DE FOTOS



Edição 202 - 06/2004

GERAL 1

Propaganda Sem Bebida


Mais de 200 entidades já aderiram à  campanha pela restrição da propaganda de bebidas alcoólicas

Já reúne mais de 200 entidades da sociedade civil o movimento lançado no dia 15 de maio de 2004, na sede do Cremesp, em São Paulo, que pede a aprovação de legislação que limite a publicidade de álcool nos meios de comunicação e em eventos esportivos, culturais e sociais, semelhante à lei atual que restringe as propagandas de cigarro.

Trata-se do Movimento Propaganda Sem Bebida, uma iniciativa da Aliança Cidadã pelo Controle do Álcool, articulação de entidades sem personalidade jurídica e sem fins lucrativos, que reúne igrejas, universidades, serviços de saúde, entidades de defesa do consumidor, entidades médicas, conselhos profissionais, sindicatos, ONGs que trabalham com dependência química, grupos de apoio e auto-ajuda, entidades de defesa de portadores de patologias, dentre outras.

A iniciativa é liderada pela Uniad (Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas, da Universidade Federal de São Paulo – EPM/Unifesp) e pelo Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo).

Um milhão de assinaturas
Além do manifesto “Pela proibição da propaganda de cerveja e outras bebidas alcoólicas”, assinado pelas entidades, teve início uma ampla campanha de coleta de assinaturas para sensibilizar o Congresso Nacional na aprovação da lei. O texto do manifesto e o formulário do abaixo-assinado estão disponíveis na internet, no site
www.propagandasembebida.org.br

Cópias impressas podem ser solicitadas ao Cremesp, que dispõe ainda de cartazes e adesivos promocionais, pelos telefones: (11) 3017-9352 e 3017-9381.

O site da campanha também traz artigos, opiniões, notícias sobre o impacto do consumo do álcool na saúde e na sociedade, lista de adesões institucionais e de pessoas físicas. Outro destaque é o consenso brasileiro de uma política pública do álcool, resultado de um painel no qual vários especialistas, de organizações médicas e universitárias brasileiras, apontaram as principais diretrizes que deveriam ser implementadas pelos diferentes níveis de governo no país. De acordo com o consenso, a pesquisa estabelece, sem margem de dúvida, que existem medidas de eficácia comprovada para reduzir os custos e os danos relacionados ao uso de álcool. Também conclui que é possível desenvolver estratégias que interferem tanto na quantidade de álcool consumido por uma comunidade quanto nos comportamentos de consumo e nos contextos de alto risco.

Estava previsto para o dia 7 de julho o lançamento da campanha no Conselho Nacional de Saúde (CNS), órgão de controle social que delibera sobre as diretrizes das políticas de saúde do SUS. Também já foi formalizado pedido de Audiência Pública na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, para discutir a proibição da propaganda de bebidas alcoólicas.

Rede de Apoio a Médicos Dependentes Químicos

Programa Nacional vai reproduzir iniciativa do Cremesp

Baseado da experiência bem sucedida da Rede de Apoio a Médicos Dependentes  Químicos – iniciativa do Cremesp em parceria com a Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (Uniad/Unifesp)  –, o  Conselho Federal de Medicina (CFM) lançou o Programa de Atenção à Saúde e Qualidade de Vida do Médico,  durante o Congresso Paulista de Psiquiatria, ocorrido entre os dias 10 e 12 de junho, em São Paulo. Durante o evento também foi realizado o primeiro curso de capacitação para os psiquiatras que darão assistência aos médicos no Brasil. “O principal objetivo é fazer com que o profissional, que diariamente se preocupa com a saúde dos pacientes, fique atento à sua própria saúde”, afirmou Rubens dos Santos Silva, coordenador do Programa.
Inicialmente, o atendimento será voltado aos problemas relacionados à saúde mental e ao uso de álcool e outras drogas.

De acordo com Rubens Santos, a intenção é atuar em todo o país. “Haverá profissionais e serviços de referência em todos os estados. Nossa meta é identificar médicos em situações de risco, visando prestar-lhes a necessária assistência, seja com tratamento, prevenção ou reabilitação”. Além da dependência química,  o programa também enfocará a prevenção e  o acompanhamento de doenças cardiológicas, hipertensão e diabetes.

Outro destaque do  2º Encontro Paulista de Psiquiatria, foi a participação da médica inglesa, Julie Ann Sladein, que abordou os principais programas existentes no mundo, relacionados à saúde do médico.

Também durante o Congresso, os psiquiatras Ronaldo Laranjeira e Hamer Alves, da Uniad/Unifesp, que participam da implementação do Programa do CFM apresentaram os resultados de dois anos da Rede de Apoio no Estado de São Paulo.  Nesse período, a Rede recebeu 110 casos relacionados ao uso problemático de álcool e outras drogas. Os médicos foram encaminhados para atendimento individualizado, com envolvimento familiar. Hamer Alves afirmou que a Rede foi ampliada, pois houve também uma procura significativa  por parte de médicos com problemas psicológicos e disfunções relacionadas ao exercício da profissão, não relacionados a álcool e drogas, tais como ansiedade, depressão, transtorno obsessivo compulsivo, dificuldades de relacionamento familiar ou no trabalho.


Foto: Osmar Bustos

Este conteúdo teve 1337 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

Delegacia da Vila Mariana:
Rua Domingos de Moraes, 2187 - cj. 223 - Edifício Xangai
Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP 04035-000

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 269 usuários on-line - 1337
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior