PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (PÁG. 2)
Lavínio Nilton Camarim


ENTREVISTA (PÁG. 3)
Paulo Chapchap


SAÚDE SUPLEMENTAR (PÁG. 4)
Relator acolhe sugestões do Cremesp ao Projeto de Lei dos planos de saúde


INSTITUCIONAL (PÁG. 5)
Médicos têm até 31 de janeiro para pagamento à vista da anuidade 2018 com 5% de desconto


CREMESP NO INTERIOR (PÁG.6)
Conselho realiza quase 100 eventos em diversos municípios paulistas em 2017


SAÚDE DO MÉDICO (PÁG.7)
Câmara Técnica propõe ações para prevenir violência e sedentarismo entre médicos


ENSINO MÉDICO (PÁG. 8 E 9)
Governo anuncia suspensão de novos cursos de Medicina por cinco anos


60 ANOS (PÁG. 10)
Sistema de Gestão da Qualidade é recomendado para certificação ISO 9001


AGENDA DA PRESIDÊNCIA (PÁG. 11)
Cremesp reafirma compromisso com a ética e o combate à corrupção em Ato Público


JOVENS MÉDICOS (PÁG. 12)
Mudanças no Programa de Residência Médica impactam no tempo de formação


INSTITUIÇÃO DE SAÚDE (PÁG. 13)
Com crise ainda não superada, direção da Santa Casa diz que contas devem ser equilibradas em 2018


CONVOCAÇÕES (PÁG. 14)
Editais


BIOÉTICA (PÁG. 15)
Cremesp abre inscrições para projetos de estudantes e médicos residentes


GALERIA DE FOTOS



Edição 354 - 12/2017

JOVENS MÉDICOS (PÁG. 12)

Mudanças no Programa de Residência Médica impactam no tempo de formação


Mudanças no Programa de Residência Médica impactam no tempo de formação

O Ministério de Educação (MEC) e a Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) instituíram alterações importantes no Programa de Residência Médica que devem impactar na formação dos jovens médicos. De acordo com o presidente da Associação dos Médicos Residentes do Estado de São Paulo (Ameresp), Guilherme Andrade, “o momento é de avaliar as mudanças propostas e alinhar o que beneficia-
rá a matriz curricular no desenvolvimento de um bom profissional”. Segundo ele, além das alterações já adotadas este ano, para os residentes que integrarão o programa no próximo ano, novas discussões estão sendo desenvolvidas para avaliar as propostas.

Anteriormente, as especialidades cirúrgicas cardiovascular e de cabeça e pescoço precisavam, como pré-requisito,  da especialização em cirurgia geral. Após as modificações, válidas para os médicos que fazem a prova este ano, o acesso à cirurgia cardiovascular passa a ser direto; e a de cabeça e pescoço passa a contar com um critério a mais, que é a especialização em otorrinolaringologia, além da cirurgia geral. 

Também está prevista para votação, no início de 2018, pela Comissão Nacional de Residência Médica, a mudança de dois para três anos na matriz curricular do médico que pretende escolher a pediatria ou a cirurgia geral como especialidade.  

“Entendemos que al­gumas alterações são necessárias e percebemos que, no caso da cirurgia cardíaca, repercutiu de forma positiva, já que aumentou o número de interessados no programa de residência”, ressaltou Andrade. Mas, segundo ele, é necessário manter o diálogo sobre a polêmica mudança que envolve a cirurgia geral, já aprovada, que impacta no tempo de formação, visto que é pré-requisito para várias outras especialidades. “Por isso, estamos atentos e abertos às discussões, junto à Comissão e à sociedade”, afirmou.
 


PARCERIA

Projeto Banco de Perucas Móvel tem apoio do Cremesp

O projeto Banco de Perucas Móvel, que realiza doação de perucas para pacientes com câncer ou patologia dermatológica, já recebeu mais de três mil pessoas este ano, entre beneficiadas e doadoras. 

Realizado pelo Instituto SAB (Sociedade Assistencial Bandeirantes), em parceria com a ONG Cabelegria e Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP), o projeto conta com o apoio do Cremesp.

A iniciativa, pioneira e inovadora, conta com um caminhão itinerante, customizado e equipado, que garante um espaço descontraído, alegre e acolhedor, para que os pacientes possam experimentar e ajustar as perucas. Além disso, atua como ponto de coleta para as pessoas que procuram fazer a doação de cabelos. “Acompanhar o trabalho sério e importante como este é reconfortante e animador. Iniciativas como esta movimentam e despertam a solidariedade das pessoas, que se envolvem para devolver a autoestima às mulheres que estão passando por um momento difícil”, ressaltou Antonio Pereira Filho, conselheiro e coordenador do Departamento de Comunicação do Cremesp.

“Contar com o apoio do Cremesp reforça ainda mais o fato de que estamos trabalhando juntos com o propósito da promoção à saúde e de impulsionar o ato de cidadania entre as pessoas”, afirmou o diretor do Instituto SAB, João Aidar. 

Perucas

Para conseguir uma peruca, os pacientes que estão em atendimento ambulatorial nos serviços públicos de saúde devem apresentar  laudo médico atualizado (com validade de até cinco meses), RG e comprovante de tratamento, como agendamento da sessão de quimioterapia. 

Doação

Para as pessoas que queiram doar cabelos, basta comparecer nos dias da campanha, que o Banco de Perucas Móvel estará realizando cortes com cabeleireiros profissionais.
Nos dias 16 e 17 de dezembro, estava prevista a presença do Banco de Perucas Móvel no Parque Villa Lobos, em São Paulo.
 


Este conteúdo teve 835 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede - Frei Caneca: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - 01307-002

Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200

Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
(Sem atendimento ao público)
Centro - São Paulo/SP - 01301-910

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 5908-5600 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS

CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2018 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 259 usuários on-line - 835
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior