PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (pág. 2)
Mauro Aranha - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág. 3)
Regis Ricardo Assad


SAÚDE MENTAL (pág. 4)
Estresse, isolamento social e falta de diálogo podem estar na origem das tentaivas de pôr fim à própria vida


INSTITUCIONAL (pág. 5)
Parceria com Proesq visa promover a qualidade da saúde mental do médico, baseada no acompanhamento clínico e prevenção


SAÚDE SUPLEMENTAR (pág. 6)
Coren-SP é uma das instituições que passou a apoiar a campanha do Cremesp contra a proposta do MS


TRABALHO DO MÉDICO (pág. 7)
Anamnese/exame físico e exames laboratoriais ou de imagem são complementares e nunca excludentes


DATAFOLHA (pág. 8 e 9)
Pesquisa realizada pelo Datafolha identifica expectativas dos profissionais e indica bandeiras a ser encampadas pelo Cremesp


MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS (pág. 10)
Instituição conta com cerca de 7 mil revisões sistemáticas, sendo 70% do conteúdo disponibilizado gratuitamente no País


AGENDA DA PRESIDÊNCIA (pág. 11)
Nova edição, adaptada à realidade da prática médica, inclui módulo sobre assédio sexual e revisão de termos teóricos


EU, MÉDICO (pág. 12)
Médico desenvolveu aplicativo sobre o enfrentamento da violência feminina para o movimento "Bem Querer Mulher"


JOVENS MÉDICOS (pág. 13)
Hospital das Clínicas da FMUSP passa por por um de seus momentos mais graves


EDITAIS (pág. 14)
Convocações


BIOÉTICA (Pág. 15)
Facebook, por lazer ou motivos pessoais, só deve ser acessado por médicos fora do expediente


GALERIA DE FOTOS



Edição 347 - 05/2017

MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS (pág. 10)

Instituição conta com cerca de 7 mil revisões sistemáticas, sendo 70% do conteúdo disponibilizado gratuitamente no País


Centro Cochrane do Brasil comemora 21 anos de contribuição com estudos científicos

 Centro Cochrane oferece cerca de 7 mil revisões de estudos científicos realizados, disponíveis no site da instituição, e outras 2 mil em andamento. Isso representa um grande volume de informações sobre Saúde sendo estudado e atualizado, dividido em 51 áreas ou temáticas. A maior parte desse conteúdo está em inglês e alguns também disponíveis em espanhol. Mas há cerca de 600 resumos traduzidos para o português pela Cochrane do Brasil, que produz dois tipos de conteúdos: científico e para leigos. Como produção nacional, em 21 anos de atuação no País, foram elaboradas 300 revisões para o banco da Cochrane, disponíveis em português e inglês, e outras 300 para o MS. No site brasileiro, cerca de 70% do conteúdo é gratuito, sendo o restante restrito para assinantes. 
 
Apesar de não contar com apoio financeiro, a produção científica brasileira corresponde à do Canadá, que recebe verba governamental. “Temos um amplo envolvimento social, de ensino, pesquisa e na assistência à gestão das políticas de saúde”, diz Álvaro Nagib Atallah, diretor do Centro Cochrane do Brasil. Ele critica a falta de engajamento da entidade ao redor do mundo, “o que falta à Cochrane é a função social, para conscientizar a sociedade a se abrir para a filosofia de tomar decisão baseada em ciência”. 
 
As revisões sistemáticas são realizadas a partir de questionamentos feitos pela sociedade ou pelos próprios editores da Cochrane. “Nós casamos com a pergunta”, brinca Atallah, pois a relevância da questão é defendida para que se torne uma produção científica, por vezes realizada pelos próprios alunos da pós-graduação.
 “O diferencial da revisão da Cochrane é que ela é uma obra viva. O autor publica e aquele conteúdo é atualizado de tempos em tempos, diferente de uma publicação em revista científica, por exemplo”, avalia o diretor. Ele explica que a equipe Cochrane seleciona estudos comparativos e o autor, ao ser instigado pelo tema, acaba atualizando seu próprio estudo.
 

Realizações brasileiras

O Centro Cochrane do Brasil é um dos mais de 40 centros da instituição espalhados nos cinco continentes. Há diversas particularidades na unidade brasileira.
 
Uma delas é a pós-graduação em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que existe desde 1996, criada junto com a entidade, formando de mestres a pós-doutores de diversas áreas da saúde, como médicos, enfermeiros, veterinários e também de outras áreas como bibliotecários e jornalistas.
 
Ainda no campo do ensino, já ofereceu curso para 25 mil profissionais do Ministério da Saúde (MS) e também para 5 mil juízes e promotores públicos.
 
Como forma de atingir um público maior, o programa de televisão Medicina Baseada em Evidências ensina aos telespectadores como as decisões podem ser tomadas baseadas em evidências científicas. Segundo a instituição, foram realizadas cerca de 1,5 mil edições, que eram exibidas pelo canal comunitário TV Aberta.
 
Voltado para a população, durante dez anos, a organização ofereceu aulas em periferias de São Paulo para orientar sobre prevenção de doenças, gravidez e problemas com álcool e drogas, tudo baseado em evidências. 
 

Pesquisas podem auxiliar no bareteamento dos custos do SUS

Evidências científicas podem ser utilizadas para justificar a adoção, retirada ou substituição de tecnologias para diagnóstico ou tratamento de doenças por ser um método preciso e confiável. Também podem auxiliar o Poder Judiciário nas decisões relativas a questões envolvendo judicialização da saúde. Como exemplo, se adotada a pesquisa realizada por Atallah sobre o tratamento da degeneração macular, que causa cegueira, o custo do tratamento pode ser reduzido de aproximadamente R$ 30 mil para R$ 30 reais. Das revisões feitas para o Ministério da Saúde, estima-se que as evidências, se colocadas em prática, têm potencial para uma economia de R$ 10 bilhões no orçamento anual.

Este conteúdo teve 1704 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

Delegacia da Vila Mariana:
Rua Domingos de Moraes, 2187 - cj. 223 - Edifício Xangai
Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP 04035-000

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 444 usuários on-line - 1704
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior