PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (pág. 2)
João Ladislau Rosa - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág.3)
Jair Mari


TRIBUTOS (pág. 4)
Cobrança indevida do ISS


AUDIÊNCIA PÚBLICA (pág. 5)
Cremesp ouve médicos da Zona Leste


EVENTOS (pág.6)
Canabidiol


ENSINO MÉDICO (pág. 7)
Exame do Cremesp 2014


SAÚDE SUPLEMENTAR (pág. 8)
Trabalho médico


PESQUISA (pág. 9)
Dados mostram que paulistas reprovam a saúde pública


ANATOMIA PATOLÓGICA (pág. 10)
Resolução do CFM nº 2.074/2014


GESTÃO DA SAÚDE (pág. 11)
A crise nos hospitais filantrópicos


AGENDA DA PRESIDÊNCIA (pág. 12)
Demografia Médica Brasileira


JOVENS MÉDICOS (pág. 13)
Diretrizes para plantonistas


MÉDICOS RESIDENTES (pág. 15)
Relação médico-paciente


BIOÉTICA (pág. 16)
Comissões de Étcia Médica


GALERIA DE FOTOS



Edição 317 - 08/2014

AUDIÊNCIA PÚBLICA (pág. 5)

Cremesp ouve médicos da Zona Leste


Cremesp inaugura canal permanente de relacionamento com o médico

Primeira iniciativa aconteceu na Zona Leste da Capital, para ouvir a realidade da rotina de trabalho dos médicos da região

 


Entre os vários relatos, médicos destacaram a dificuldade
de atendimento nas UBSs

 

Com a proposta, inédita, de aproximar os médicos e ouvir a realidade de cada um em sua rotina de trabalho no atendimento a pacientes, o Cremesp deu início, no dia 11 de agosto, a uma série de encontros que fará com grupos de profissionais atuantes nas diversas regiões da cidade de São Paulo.

Realizada no teatro experimental da Universidade Anhembi Morumbi, unidade Mooca, sob a coordenação do vice-presidente do Cremesp, Mauro Aranha, a audiência pública com os médicos da Região Leste contou com a presença dos diretores Renato Azevedo, Sílvia Mateus e Clóvis Francisco Constantino, além dos conselheiros Reinaldo Ayer de Oliveira e Silvana Morandini.

“Este primeiro contato deve inaugurar uma série deles, não apenas com os médicos da Zona Leste, mas com profissionais de outras regiões da cidade”, afirmou Mauro Aranha. Ele enfatizou que o Cre­mesp pretende criar uma rede de relacionamento que torne a resolução de problemas locais possível, eficaz e eficiente. “É preciso conhecer e suprir as necessidades diárias do médico que resulte no bom atendimento daqueles que recorrem e necessitam do serviço público de saúde”, disse.

Dificuldades
Dentre os vários relatos dos médicos presentes, alguns profissionais destacaram as dificuldades de atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da região. O delegado do Cremesp pela Zona Oeste, Paulo Kron Psanquevich, afirmou que o Conselho tem ciência de alguns problemas que os médicos enfrentam para o exercício pleno da Medicina nos postos de saúde, e que a entidade se empenha para melhorar as condições do trabalho, que se reverte no atendimento digno da população. “É por essa razão que estamos aqui, com a proposta de abrir um canal efetivo e permanente de comunicação com os colegas, visando principalmente colaborar com a assistência médica local, colocando a ética em primeiro lugar”, assegurou.

Considerando outros relatos que foram citados pelos colegas, Mauro Aranha disse que “o Cremesp pretende ter uma repre­sentatividade mais atuante perante os médicos e respostas mais efetivas em suas demandas, dentro dos limites legais”.

 


 

Certificação
Hospital do Rim e Hipertensão de SP
recebe acreditação com excelência pela ONA


Medina e Beltrame durante solenidade


O Hospital do Rim e Hipertensão de São Paulo, da Fundação Oswaldo Ramos, recebeu o certificado de Acreditação com Excelência Nível 3, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), durante solenidade realizada na manhã do dia 11 de agosto, na Capital paulista.

Como representante do Cremesp, compareceu ao evento solene o 1º secretário, Bráulio Luna Filho. Também participaram o diretor do Hospital do Rim e Hipertensão, José Osmar Medina Pestana, que fez uma apresentação durante o evento; e o presidente da Fundação Oswaldo Ramos, Artur Beltrame.

Acreditação
Utilizada como um sistema de avaliação e certi­ficação dos serviços de saúde, a acreditação tem caráter educativo voltado à melhoria contínua, sem finalidade de controle ou fiscalização oficial. Desta forma, pode assegurar maior segurança aos pacientes e profissionais, além de melhor qualidade da assistência.

Quando uma organização manifesta o interesse de ser avaliada por alguma das Instituições Acre­ditadoras Credenciadas pela ONA, ela se submete a um processo para a acre­ditação. Sendo assim, ao final deste, a entidade poderá ser classificada nos seguintes níveis: o 1, Acreditados; o 2, Acreditado Pleno; e 3. Acreditado com Excelência.

 


 

Medina é premiado pela Sociedade Internacional de Transplantes

O médico nefrologista José Medina, do Hospital do Rim e Hipertensão de São Paulo, foi contemplado pela Sociedade Internacional de Transplantes devido à sua atuação na área de transplantes de rins no Brasil. A homenagem ocorreu durante o Congresso Internacional de Transplantes, realizado no dia 29 de julho, em São Francisco (Califórnia).

A gratificação foi entregue pelo presidente da Sociedade Internacional de Transplantes,  Francis Delmonico, em solenidade plenária. O médico brasileiro é recordista em transplantes de rins, com mais de 10 mil pacientes transplantados.

 


Este conteúdo teve 1531 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

Delegacia da Vila Mariana:
Rua Domingos de Moraes, 2187 - cj. 223 - Edifício Xangai
Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP 04035-000

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 180 usuários on-line - 1531
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior