PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (pág. 2)
Renato Azevedo Júnior - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág. 3)
Ophir Cavalcante, presidente da OAB Nacional


PLENARIA TEMÁTICA (pág. 4)
Falta integração entre serviços de urgência e emergência


COMISSÃO PRÓ-SUS (pág. 5)
Fórum Sul-Sudeste analisa gestão e financiamento da saúde


CREMESP (pág. 6)
Eleita a quarta diretoria da Gestão 2008-2013


DEMOGRAFIA MÉDICA (pág. 7)
Em 2020, distribuição de médicos continuará desigual


ENSINO MÉDICO (págs. 8 e 9)
Registro profissional dependerá de participação no Exame do Cremesp


EXAME DO CREMESP (pág. 10)
Conselho apresenta nova resolução a entidades


AGENDA DA PRESIDÊNCIA (pág. 11)
Perfil dos médicos brasileiros


CFM (pág. 12)
CRM digital e portal Saúde Baseada em Evidências


REGIONAIS (pág. 13)
Unidades do interior têm novo layout para melhor atender


INFORME TÉCNICO (pg. 16)
Atestado de óbito


GALERIA DE FOTOS



Edição 294 - 07/2012

EDITORIAL (pág. 2)

Renato Azevedo Júnior - Presidente do Cremesp


Novos rumos do Exame do Cremesp

“A nova fase do Exame do Cremesp é uma resposta à deterioração do ensino médico”

 Após sete anos do Exame do Cremesp, uma experiência inovadora e reconhecida, o Conselho Regional de Medicina regulamentou o Exame no Estado de São Paulo, como forma de estimular a participação dos formandos e de obter resultados mais amplos sobre a qualidade da graduação.

Passamos a fase do diagnóstico, com o preocupante resultado de quase 50% de reprovação dos 4.821 alunos de sexto ano que participaram voluntariamente das provas.

A Resolução do Cremesp (íntegra nesta edição) torna obrigatória a participação e estabelece um documento comprobatório a ser entregue no momento do pedido de inscrição no CRM, que será concedido independentemente da nota obtida.

O Exame não restringirá direitos – o desempenho não será condição para registro no CRM, o que só poderia ser feito por força de Lei – e está garantida a confidencialidade dos resultados individuais.

A nova fase do Exame do Cremesp é uma resposta à deterioração do ensino médico, que não tem sido capaz de promover a formação técnica, ética, generalista e humanista nos vários níveis de atenção à saúde, formando médicos sem competências e habilidades imprescindíveis.

Por certo polêmica, é uma medida necessária, face ao crescimento vertiginoso do número de escolas médicas no Brasil – já são 196 cursos em 2012, sendo 114 privados – que veio acompanhado de corpo docente despreparado, inexistência de hospital-escola para estágio prático, insuficiência de vagas na Residência para todos os formandos e aprovação automática dos alunos sem correta avaliação ao longo do curso.

A decisão do Cremesp chega no momento em que o governo federal decidiu trocar a qualidade pela quantidade (as atuais escolas formarão mais de 18 mil novos médicos por ano, sem contar as 2.415 novas vagas anunciadas em 2012 pelo MEC).

Ao ampliar a avaliação externa, isenta e independente, o Cremesp acredita que todos sairão ganhando. A autoavaliação norteará o aprimoramento dos participantes. O governo e os dirigentes de escolas terão subsídios para melhorar o ensino. Por fim, a sociedade e os parlamentares terão mais informações para decidir sobre a obrigatoriedade do exame de egressos em Medicina.

 

Opinião

PEMC: atualização para generalistas

Luiz Alberto Bacheschi
Conselheiro e coordenador do PEMC do Cremesp

 

“É importante estimular o médico a frequentar programas de aprimoramento profissional”

Em suas ações fiscalizadora e judicante, o Cremesp constatou que número expressivo de profissionais médicos que se tornavam envolvidos em denúncias sobre atendimento por eles realizados eram profissionais jovens, com poucos anos de formados e que atuavam em unidades de urgência e emergência, especialmente na periferia das cidades. Geralmente, esses médicos não apresentavam formação acadêmica adequada em seus programas de graduação, e muitos não haviam tido possibilidade de realizar Residência Médica.

O Cremesp considerou importante que esse segmento de médicos fosse estimulado a frequentar programas de aprimoramento profissional, já que, em seu regimento, propôs-se a trabalhar pelo desempenho ético, técnico e moral da Medicina,  pelo prestígio e bom conceito da profissão e zelar pela qualidade da assistência médica prestada à população.

Como decorrência dessa missão, em 2005, decidiu promover um Programa de Educação Médica Continuada (PEMC) com características próprias, voltado para a atualização do médico generalista, divulgando preferencialmente a atualização de conhecimentos e  condutas de utilização imediata para aqueles envolvidos no atendimento da atenção primária e em setores de urgência e emergência. Os eventos são totalmente gratuitos, sem qualquer tipo de patrocínio para evitar conflito de interesses. Já realizamos 214 deles entre 2007 e 2011.

O Programa é ministrado por docentes indicados por instituições universitárias ou sociedades de especialidades, com despesas pagas pelo Cremesp. As atividades são desenvolvidas na sede, subsede e nas 33 delegacias, geralmente aos sábados ou em período noturno, nos dias úteis. Estamos ultimando os preparativos para a transmissão, via internet, de todos os cursos no portal do Cremesp, disponibilizando-os em uma videoteca acessível a todos os médicos interessados.


Este conteúdo teve 1626 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

Delegacia da Vila Mariana:
Rua Domingos de Moraes, 2187 - cj. 223 - Edifício Xangai
Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP 04035-000

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 296 usuários on-line - 1626
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior