PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (pg. 2)
Renato Azevedo Junior - presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág. 3)
Giovanni Guido Cerri


DECLARAÇÕES (pág. 4)
Atestados médicos: como preencher corretamente?


RESIDÊNCIA MÉDICA (pág. 5)
Vêm aí (boas) novidades para os residentes


EXAME CREMESP 2011 (pág. 6)
As inscrições, gratuitas, abrem dia 15/08


URGÊNCIA/EMERGÊNCIA (pág. 7)
Estudo mostra queda no nº de mortes por infarto


SAÚDE SUPLEMENTAR (pág. 8)
Suspensão do atendimento a operadoras e seguros saúde


SAÚDE SUPLEMENTAR (pág. 9)
Movimento médico reúne profissionais de várias cidades do interior paulista


PROTOCOLO CLÍNICO (pág. 10)
O tratamento da hepatite viral C


SPDM (pág. 11)
Perspectivas para o setor na próxima década


CFM (pág. 12)
Coluna dos representantes de São Paulo no Conselho Federal de Medicina


ENSINO MÉDICO (pág. 13)
É injustificável a abertura de novas faculdades no Estado


LEGISLAÇÃO(pág. 14)
Resolução CFM nº 1973/2011


BIOÉTICA (pág. 16)
Oncologia pediátrica: oportunidade de crescimento e reinserção social para as crianças


GALERIA DE FOTOS



Edição 284 - 08/2011

SAÚDE SUPLEMENTAR (pág. 9)

Movimento médico reúne profissionais de várias cidades do interior paulista


Assembleias mobilizaram médicos em Campinas e Santos

Dois encontros realizados em julho – um no litoral e outro no interior do Estado – marcaram o movimento médico por condições dignas de trabalho e reajuste de seus honorários frente a seguradoras e operadoras de planos de saúde.

As entidades médicas da Baixada Santista e de Campinas iniciaram processo de negociação com os planos e operadoras de saúde da região, seguindo as diretrizes do movimento no Estado.


Azevedo e Florenzano (2º e 4º à esq.): negociações em Santos


Médicos reunidos em Campinas: participação ativa

As assembleias realizadas em Santos, no dia 20, e em Campinas, no dia 21 – na Associação dos Médicos de Santos e na Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (SMCC), respectivamente –, reuniram representantes das entidades médicas locais e nacionais, para avaliar a situação atual do movimento e formalizar, com os médicos da região, as reivindicações da categoria.

“Em Santos, foram enviadas correspondências a todos os convênios para que se manifestem quanto à negociação dos itens definidos na assembleia geral do Estado”, afirmou Luiz Flávio Florenzano, conselheiro responsável pela região metropolitana da Baixada Santista.

O presidente do Cremesp, Renato Azevedo Junior, participou do encontro em Santos. Em Campinas, a Casa esteve representada pelas diretoras Silvia Mateus e Denise Barbosa e pelo conselheiro João Ladislau Rosa.

Mobilizações regionais
Unimed Bauru eleva valor da consulta


Para obter aumento nos honorários pagos aos médicos, a Unimed Bauru instituiu a Taxa de Consultório, elevando o valor da consulta de R$ 48 para R$ 60. Segundo Ajax Rabelo Machado, delegado superintendente do Cremesp na região e presidente da cooperativa de saúde, “essa taxa visa a ressarcir o médico das despesas de consultório, que são inúmeras e afetam o valor real do honorário de consulta que, pela tabela CBHPM, não contempla os custos administrativos do consultório”, informa.

Machado acrescenta que esse fato é “extremamente relevante, pois muitas outras taxas são negociadas pelas operadoras, com diversos tipos de clínicas, mas ninguém atentou para o fato de que o consultório privado também tem muitos custos”.

Em relação aos demais honorários médicos, a Unimed Bauru paga atualmente 114% da tabela CBHPM 4ª edição, exceto os valores do custo operacional, que são negociados à parte.

Movimento continua forte em Indaiatuba

Os médicos de Indaiatuba receberam propostas de algumas operadoras, após paralisação nacional em 7 de abril, que preveem, além de reajuste, a recomposição real das perdas acumuladas dos honorários.  As negociações continua em curso.

Dentre os planos que entraram em conversação com as entidades regionais estão Cabesp, Unimed, Porto Seguro, Amil, Medial, Mediservice, Care Plus, Marítima, Universal Saúde e Intermedici. Todos eles firmaram acordo temporário para que o valor da consulta passe para R$ 55.

O movimento continua em negociação com as operadoras que mantêm valores insatisfatórios: Hospital Samaritano, Blue Life, Assimédica, Hospital San¬ta Tereza, Medicamp, Abrasf, Beneficência Portuguesa de Campinas, Coopi Saúde, Coopus, Coperbras, Golden Cross, HPS, Master Saúde, Notre Dame, Skill Omint, além dos planos do Grupo Unidas (Abet Plantel, Cassi, Economus, Fundação Cesp, Geap, Saúde Caixa e Sabesprev).

“Manteremos as negociações”, afirma Francisco Carlos Ruiz, presidente da APM Regional de Indaiatuba.

SUS
Médicos do HC de Ribeirão Preto permanecem em greve

Os médicos-assistentes do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto decidiram em assembleia, realizada no dia 17 de julho, continuar a greve deflagrada no início do mês, na luta por equiparação salarial. Os salários recebidos pelos médicos contratados pela USP-Ribeirão Preto são em média de R$ 3 mil, enquanto outros serviços da rede estadual oferecem cerca de R$ 6,2 mil para jornada de trabalho idêntica.

Nota de apoio
O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) apoia o movimento dos médicos assistentes do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, que reivindicam equiparação salarial com os profissionais  da maternidade e do hospital estadual.

O  Cremesp defende a implementação, pela Secretaria de Estado da Saúde, do Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos para todos os médicos da rede estadual, o que terá impacto na melhoria das condições de trabalho,  remuneração e atendimento no Sistema Único de Saúde.

Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo


Este conteúdo teve 1989 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

Delegacia da Vila Mariana:
Rua Domingos de Moraes, 2187 - cj. 223 - Edifício Xangai
Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP 04035-000

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 268 usuários on-line - 1989
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior