PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (pág. 2)
"Os médicos e suas entidades estão dispostos a dar um basta nesta situação de desrespeito"


ENTREVISTA (pág. 3)
Promotor de Justiça Arthur Pinto Filho


ENVELHECIMENTO (pág. 4)
Aumento do número de idosos poderá superar o das crianças em 2020


FALTAM PROFISSIONAIS? (pág. 5)
Cremesp questiona versão do governo federal sobre o número de médicos no país


ENDOCRINOLOGIA (pág. 6)
Sibutramina e derivados de anfetamina poderão sair de circulação


POLÊMICA (pág. 7)
O uso de jaleco fora do ambiente de trabalho


OPERADORAS (págs. 8 e 9)
Assistência suplementar: cartão vermelho para planos que não aceitam negociar


AGENDA (pág. 10)
Cremesp participa da posse dos novos diretores do Simesp


URGÊNCIA/EMERGÊNCIA (pág. 11)
Plenária discutiu o atendimento nos prontos-socorros dos hospitais públicos


COLUNA DO CFM (pág. 12)
Comentários dos representantes do Estado de São Paulo no CFM


SUS (pág. 13)
Desafios Contemporâneos do Sistema Único de Saúde


PSIQUIATRIA (pág. 15)
Resolução nº 226, de 22/03/2011


BIOÉTICA (pág. 16)
O devido sigilo ao prontuário do paciente


GALERIA DE FOTOS



Edição 283 - 07/2011

URGÊNCIA/EMERGÊNCIA (pág. 11)

Plenária discutiu o atendimento nos prontos-socorros dos hospitais públicos


Superlotação exige reflexão, investimentos e gestão eficiente

Para Câmara Técnica do Cremesp, organização do fluxo no atendimento e criação de metas podem contribuir para solução do problema.


Adalgisa, Françoso, Azevedo e Maria Cecília: sugestões para melhorias.

A reflexão sobre a séria problemática da superlotação nos prontos-socorros mereceu destaque na plenária especial sobre Urgência e Emergência, realizada na sede do Cremesp, no dia 1º de julho. Renato Azevedo Júnior, presidente da entidade, chamou atenção para esse tema na abertura do encontro, comum nas emergências dos hospitais públicos de todo o país.

“Essas questões devem ser solucionadas. Somente o acesso a informações confiáveis, o aumento de investimentos que gerem recursos para o setor e o empenho na implantação de novas formas de gestão serão capazes de contribuir para a melhoria do atendimento de pacientes em prontos-socorros”, ressaltou Azevedo. O evento foi sugerido pela Câmara Técnica de Medicina de Urgência do Cremesp, sob a coordenação do conselheiro Renato Françoso Filho.

Com base nas medidas adotadas pelo Hospital das Clínicas, Maria Cecília de Toledo Damasceno, integrante da Câmara Técnica, sugeriu algumas práticas para reduzir o período de internação, como acompanhar a redistribuição do tempo de permanência do paciente, desde sua entrada até a alta médica. Também estabeleceu comparações com outros prontos-socorros estrangeiros, frisando a importância do investimento em tecnologia e financiamentos, assim como da triagem e de um planejamento eficaz.

Adalgisa Borges Nogueira Nomura, também participante da Câmara Técnica do Cremesp, acredita que razões que vão do aumento no tempo de espera para o atendimento até a retenção de ambulâncias para a remoção dos pacientes contribuem para a superlotação. “O importante não é apenas organizar o fluxo no atendimento dos pacientes emergenciais, mas também criar metas. A análise da complexidade e a utilização de indicadores são medidas extremamente necessárias se quisermos amenizar o caos dos prontos-socorros e atender de maneira digna os pacientes”, destacou.


Ginecologia
Jornada destaca políticas médicas em São José do Rio Preto


Endocrinologia Ginecológica, Climatério, Terapia de Reposição Hormonal, Medicina Fetal, entre outros, foram tópicos abordados pela XII Jornada de Obstetrícia e Ginecologia da Sogesp (Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo).

O evento foi realizado na Sociedade de Medicina e Cirurgia de São José do Rio Preto, entre os dias 16 e 18 de junho e contou com a participação de Pedro Teixeira Neto, conselheiro do Cremesp na mesa de abertura, além de outros importantes nomes ligados à especialidade.

Teixeira Neto ressaltou o sucesso do evento, comprovado pelo número de inscritos, que passou dos 530. “Houve um importante debate sobre política médica, que contou com a participação de representantes do Cremesp”, relata.


Nutrição clínica
Cremesp apresenta aspectos  bioéticos em nutrição no Ganepão


Grupo apresenta Consenso Brasileiro de Caquexia/Anorexia.

Os aspectos bioéticos envolvidos na nutrição de pacientes com Caquexia/Anorexia por Câncer foi tema de palestra que o conselheiro do Cremesp, o gastroenterologista Isac Jorge Filho ministrou no congresso de nutrição clínica Ganepão 2011.

Segundo Jorge Filho, durante o Ganepão foram apresentados os resultados do Consenso Brasileiro de Caquexia/Anorexia, coordenado por Dan Waitzberg, membro da Câmara Técnica de Nutrologia do Cremesp, e por Ana Geórgia Cavalcanti de Melo, secretária executiva da Associação Brasileira de Cuidados Paliativos.

O Consenso foi preparado a partir de reuniões prévias desde o início do ano. Jorge Filho coordenou o grupo, encarregado dos aspectos bioéticos.

Tendo como tema central Caminhando para o Equilíbrio Nutricional, o congresso foi realizado entre os dias 15 e 18 de junho, no Centro Fecomércio de Eventos, em São Paulo.

Congresso
Socesp debate impacto da tecnologia na prática cardiológica


Azevedo (à direita) durante mesa redonda especial do Cremesp sobre questões éticas que envolvem os cardiologistas.

O impacto da tecnologia na prática cardiológica norteou as discussões do 32º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), realizado entre 23 e 25 de junho, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Segundo os organizadores, cerca de 7 mil congressistas participaram do evento.

“É o maior congresso de cardiologia de uma sociedade estadual no Brasil, em que são discutidos os temas mais atuais e relevantes da especialidade”, ressalta o cardiologista e presidente do Cremesp, Renato Azevedo.

Além de integrar a mesa de abertura do congresso, Azevedo também participou de uma mesa redonda especial do Cremesp. Entre outros temas, foram discutidos os processos ético-profissionais que envolvem cardiologistas e as questões éticas em procedimentos invasivos.


Este conteúdo teve 1859 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

Delegacia da Vila Mariana:
Rua Domingos de Moraes, 2187 - cj. 223 - Edifício Xangai
Vila Mariana – São Paulo/SP - CEP 04035-000

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 315 usuários on-line - 1859
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior